O chefe do comitê econômico do parlamento iraniano, Mohammad Reza Pourebrahimi, afirmou que os residentes do país retiraram US$2,5 bilhões da economia por meio de Bitcoins e outras moedas digitais.

O governo iraniano pretende legalizar o Bitcoin no país. Isso foi relatado pela revista ForkLog com referência a fontes locais.

O ministro iraniano de Tecnologias de Informação e Comunicação, Amir Hossein Davaye, em entrevista ao jornal Shargh, anunciou as intenções da agência de preparar o país para legalizar o Bitcoin como moeda.

“O Ministério já realizou uma série de estudos para preparar a infraestrutura para o uso do Bitcoin dentro do país”, disse o chefe do departamento.

Ressaltando que a moeda criptográfica possui potencial econômico e infra estrutural, o ministro reconheceu que a legalização das moedas digitais atenderá aos interesses do Estado Iraniano.

“Nossa agência está envolvida no desenvolvimento tecnológico do país, então somos muito sérios ao preparar a infraestrutura para uma nova moeda”, acrescentou.

Contra o pano de fundo das sanções impostas pelos EUA e outros países ocidentais, as autoridades do Irã estão tentando reduzir sua dependência do dólar, do dinheiro fixo e do sistema econômico global através do desenvolvimento de novas tecnologias.

“Estamos assinando acordos com organizações relevantes para desenvolver a infraestrutura o mais rápido possível”, disse o ministro.

Lembre-se de que anteriormente, relatamos sobre a possível legalização das criptomoedas no Bahrein.