Cardano (ADA) – trazendo a filosofia científica para a Blockchain

A Binance, maior corretora de criptomoedas em termos de capitalização do momento, adicionou suporte a novos pares comerciais para o Cardano (ADA).

Publicado em 27 de agosto de 2018 por

Design baseado em princípios

Por padrão, novas criptomoedas e plataformas de Blockchain são anunciadas no formato de WhitePaper. Este último, apesar de ser um valioso documento, pode ser escrito de qualquer forma, não tendo todo o rigor característico de um artigo acadêmico, no entanto, cientistas externos de cacife são contratados para verificar, testar e autenticar a fidelidade dos papers que a equipe do cardano, a IOHK, publica.

O que acontece, quando uma nova plataforma é lançada, é que um grupo de entusiastas se agrupam com uma idéia em mente e a desenvolvem a partir de experiências passadas. Com o Cardano, esse não é o caso: foi reunida uma equipe de cientistas e engenheiros para inventar a tecnologia a partir da desconstrução de tudo que já havia sido visto antes. Para isso, desenvolveram o Ouroboros, o primeiro algoritmo proof-of-stake a ter sua segurança matematicamente demonstrada.

Também na direção contrária das outras tecnologias de Blockchain, o Cardano não começou com um roadmap autoritário definindo as coisas magníficas de que ele seria capaz: seu design foi baseado em diversos princípios que balizaram a plataforma na direção que ela tomou. Como resultado, a equipe publicou uma extensa biblioteca de papers, projetos e funcionalidades. Essas lições e experimentos, inclusive, serviram de base para o crescimento de seus milhares de “concorrentes”.

Funcionalidades

Resumidamente, Cardano é uma plataforma para contratos inteligentes. Contratos inteligentes são protocolos que facilitam, digitalmente, a performance de um negócio pré-definido de forma segura e sem a necessidade de verificação por terceiros – os termos, condições e resultados são executados automaticamente. Um exemplo de moeda com um contrato digital associado seria uma “moeda de bar” que só seria aceita em transações de compras feitas “em um bar” e com a condição de que “o comprador tem mais de 18 anos”. Qualquer tipo de coisa pode estar associada a um contrato digital. Uma empresa pode associar ao carro de um entregador um dispositivo que verifica que “enquanto ele estiver fazendo o caminho da entrega, um valor será automaticamente depositado para ele; caso ele esteja fazendo um caminho independente da entrega, o valor da gasolina será debitado dele”. E isso acontece automaticamente, de acordo com o programado. Esses são exemplos extremamente simples dos potenciais de contratos digitais.

De forma geral, o Cardano funciona como um sistema operacional a partir do qual se criam dApps (aplicativos decentralizados), para que os usuários finais possam interagir com os contratos virtuais desenvolvidos pelos programadores que utilizam esse sistema.

A Daedalus é a carteira própria da plataforma, e é facilmente considerada a carteira mais avançada no universo das criptomoedas. Ela é polida, tem transações ágeis e custos mínimos de transação, sendo também frequentemente acrescida de tecnologias únicas a partir do sistema Eletron, o que há de mais seguro em criptografia.

ADA continua estável no top 10

Desde que surgiu, em 2015, a criptomoeda nativa do Cardano, a ADA, permanece no top 10 em valor de mercado. Isso evidencia a consistência da plataforma, que aliás, não é algo muito comum nesse meio. A todo tempo, surgem plataformas cheias de promessas, que crescem por hype e, no final das contas, não entregam o que prometeram. É possível constatar um episódio assim em quase todas elas, mas não no Cardano. O Golem, por exemplo, é um sistema com uma ideia fantástica mas que, ao lançar sua versão final, decepcionou muito e acabou tendo seu preço subitamente desvalorizado.  

O roadmap do Cardano apresenta várias dessas ideias revolucionárias. Até o momento, todas foram entregues no tempo estipulado – muitas delas antes mesmo da deadline. Esse tipo de consistência da equipe faz com que seus entusiastas tenham certeza de que aquilo que esperam da plataforma vai ser entregue de forma fiel. Aos investidores, dá a segurança de que o Cardano não é mais uma dessas plataformas com preço inflado artiicialmente que desce na mesma velocidade em que subiu.

As fases do roadmap são nomeadas de acordo com grandes nomes da filosofia, literatura ou ciência. A IELE Virtual Machine, por exemplo, faz parte do projeto Goguen (em homenagem ao cientista da computação Joseph Goguen) e foi lançada em abril desse ano, servindo como um framework universal para desenvolvimento de contratos inteligentes em diversas populares linguagens de programação. Em janeiro, foi lançado um programa de incentivo a nós completos no projeto Shelley. Em desenvolvimento, constam as transações resistentes a ataques quânticos e a criação de um cartão de débito.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo é um engenheiro frustrado que, ao decidir investir em criptomoedas e estudar o mercado, decidiu que gostava mais disso que do investimento em si. Já trabalhou como consultor para criptomoedas atualmente no top 100, dApps e publica periodicamente em revistas americanas e, aqui no Brasil, na BTCSoul. Acredita que a adoção geral de uma Smart Economy resolveria boa parte dos problemas do mundo.

Compartilhe!

Leave a Comment