Chefe da SEC: Bitcoin não é um valor mobiliário

A Securities and Exchange Commission dos Estados Unidos (SEC) começou a considerar duas ofertas de fundos de índice de Bitcoin (ETF) sem qualquer publicidade. A julgar pelos documentos datados de 23 de março e publicados no dia anterior, a agência já está se preparando para os procedimentos formais pertinentes.

Publicado em 7 de junho de 2018 por

O chefe da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC), Jay Clayton, em entrevista à CNBC, afirmou que o Bitcoin não é um valor imobiliário e enfatizou a diferença entre ele e o dinheiro tradicional.

“O Bitcoin pode substituir o dólar, o iene ou o euro, por isso, não podemos classificá-lo como uma classe de valor imobiliário”, explicou ele.

De acordo com Clayton, o que pode ser considerado valores imobiliários são tokens, que cumprem o papel de ativos digitais. Quem regula essa área é exatamente o controlador financeiro dos EUA.

“Se eu lhe der dinheiro e você criar uma empresa e me der o direito a uma parte do capital conjunto, então estaríamos falando de valores imobiliários. A SEC regulamenta a oferta de tais valores e negociação deles”, comentou ele.

Lembre-se de que anteriormente, Jay Clayton prometeu intensificar a luta contra ICOs fraudulentas.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment