chronicled blockchain

Chronicled, uma startup de blockchain, arrecadou US$ 16 milhões em uma rodada de financiamento da série A liderada pela Mandra Capital, uma empresa de capital de risco sediada em Hong Kong.

A rodada de financiamento também contou com a participação da Streamlined Ventures, The Perkins Fund, Frank Fiore e David Aho. A Mandra Capital é um investidor que já está colaborando com a empresa há um tempo e foi ele que liderou a rodada de financiamento seed da Chronicled em 2016. De acordo com o diretor da Mandra Capital, SongYi Zhang:

“O que a gente acha muito bacana sobre a Chronicled é que eles estão construindo redes de aplicativos de blockchain para o longo prazo”,

Ele ainda complementou que:

“Enquanto muitas empresas no espaço estão conduzindo ICOs, aumentando o nível de especulação e prejudicando a legitimidade do espaço, a Chronicled foi disciplinada ao buscar financiamento tradicional, mantendo o foco no desenvolvimento de aplicativos úteis com valor ROI quantificável”.

Um pouco mais sobre a Chronicled

Fundada em 2014, a Chronicled é uma empresa sediada em São Francisco que usa a blockchain para trazer confiança, eficiência e automação às cadeias de fornecimento globais. A empresa informou que atualmente, junto com um grupo de grandes empresas, está pilotando a MediLedger, uma rede da indústria farmacêutica, e planeja lançar comercialmente essa rede em 2019.

Além disso, a Chronicled anunciou que estava abrindo um escritório de desenvolvimento em Vancouver, BC. A empresa informou que usaria us fundos arrecadados na última rodada de financiamento para apoiar a MediLedger e o crescimento operacional, além de expandir sua equipe de engenharia no centro tecnológico canadense de Vancouver.

Anteriormente, noticiamos que agora é possível investir em ações tradicionais como Apple e AMD utilizando criptomoedas através de uma Bolsa de Valores da Bielorrússia.