Apesar da significativa redução nos volumes de negociação nas corretoras criptomonetárias, a plataforma OTC Circle Trade elevou o limite mínimo para operações de negociação em Bitcoin de US$250 mil para US$500 mil de uma vez só devido ao aumento na atividade dos usuários.

Em 2018, a plataforma OTC (Over-the-counter, ou Mercado de Balcão), para a compra e venda de Bitcoin e outras criptomoedas, desenvolvida pela empresa de pagamentos Circle, transacionou US$ 24 bilhões, segundo o blog da empresa.

De acordo com a Circle, no ano passado, mais de 10 mil transações com 36 diferentes ativos criptomonetários foram concluídas em sua plataforma OTC, a Circle Trade. Mais de 600 usuários participaram das transações.

A Circle Trade opera 24 horas por dia e atende a clientes dos EUA, Europa e Ásia. Como diz a empresa, sua plataforma tornou-se o “principal fornecedor de liquidez para todo o ecossistema de criptomoedas”. Seus clientes incluem empresas de capital de risco, fundos criptomonetários, fundos de hedge e gerentes de patrimônio familiar em todo o mundo.

Negociação OTC é entendida como operações de balcão realizadas diretamente entre clientes e formadores de mercado: o vendedor e o comprador negociam diretamente entre si sem a participação de intermediários como corretoras. Durante muito tempo, a negociação OTC foi uma ferramenta importante no mercado financeiro tradicional, mas em 2018 começou a ser amplamente utilizada no campo criptomonetário.

No final do ano passado, estavam aparecendo cada vez mais informações de que os investidores institucionais estavam começando a dar preferência às plataformas OTC. De acordo com especialistas, as grandes empresas preferem os instrumentos de balcão para concluir as transações, já que podem concordar com antecedência sobre o preço e não se preocupar com oscilações bruscas na taxa que suas transações podem desencadear. Além disso, os grandes compradores costumam ir a plataformas de balcão, porque as corretoras de criptomoedas não são capazes de oferecer liquidez suficiente.

Circle e Poloniex

Como muitos de vocês sabem, a corretora de criptomoedas Poloniex, que uma vez já foi a maior do mundo em volume de negociações, foi vendida para a Circle por volta de fevereiro do ano passado.

Sob a direção da empresa, a exchange está aos poucos retornando a sua antiga forma e corrigindo problemas dentro de sua plataforma conforme eles aparecem e listando as criptomoedas mais imponentes que surgem no mercado.

Até mesmo uma stablecoin própria foi lançada pela Circle, o USDC, que no momento é negociado na Poloniex, valendo aproximadamente US$ 1, assim como era para ser. E, apesar de muitos membros mais antigos da comunidade de criptomoedas não estar muito satisfeito com a direção atual da corretora, tudo parece estar melhor do que era nos últimos tempos da direção anterior. Desta maneira, resta ver o que o futuro e a Circle reservam para nossa tão querida Polo.