Apesar do fato de um dia a Stripe, popular serviço de processamento de pagamentos, ter se recusado a apoiar o Bitcoin, o cofundador e presidente da empresa, John Collison, disse que ainda vê um grande potencial nas criptomoedas.

Apesar do fato de um dia a Stripe, popular serviço de processamento de pagamentos, ter se recusado a apoiar o Bitcoin, o cofundador e presidente da empresa, John Collison, disse que ainda vê um grande potencial nas criptomoedas. Isso foi escrito pelo Recode.

Segundo ele, as criptomoedas podem ter um grande futuro. Cenários de uso de ativos digitais fora dos Estados Unidos são especialmente interessantes.

“O potencial dos pagamentos usando criptomoedas é muito inspirador em longo prazo, especialmente fora dos EUA ou para empresas que não têm sistemas de pagamento bem organizados. Estamos falando de países remotos, aos quais podemos oferecer APIs que são fáceis de implementar. Acreditamos que pode haver muitas ideias interessantes”, disse Collison na conferência Code Commerce, organizada em Nova York pelo Recode.

A Stripe se recusou a apoiar o Bitcoin no início de 2018, e como alega Collison, a razão foi principalmente as fortes flutuações no preço da Primeira Moeda, bem como o fato de que o processo em si estava consumindo muito tempo.

“O preço podia mudar dentro de um período de tempo necessário para fazer uma única transação”, explicou ele.

Segundo Collison, no entanto, a Stripe está aberta à possibilidade de processar outras criptomoedas.

“A situação não necessariamente será a mesma com outras criptomoedas, pois naquela época a questão era especificamente suporte ao Bitcoin”, ressaltou ele.

Anteriormente, a Stripe participou do financiamento do projeto Stellar, mas Collison ainda está discreto em suas previsões sobre o futuro da indústria criptomonetária.

“O futuro das criptomoedas, especialmente no que se refere ao seu uso como meio de troca, permanece incerto”, finalizou Collison.