Coinbase criará programa para combate a fraudes no mercado criptomonetário

A Coinbase, principal empresa de Bitcoin, confirmou oficialmente planos para adicionar suporte ao protocolo Segregated Witness (SegWit).

Publicado em 5 de julho de 2018 por

A Coinbase, maior corretora norte-americana, está desenvolvendo o programa Trade Surveillance, que permitirá um monitoramento mais cuidadoso do mercado. Isso foi relatado pelo Business Insider.

O projeto será liderado pelo ex-chefe do departamento de pesquisa de mercado da Bolsa de Valores de Nova York (NYSE), Peter Elkins.

Segundo ele, o objetivo do novo programa é criar uma plataforma de monitoramento dos mercados da Coinbase, incluindo prestação de serviços de corretagem de varejo e duas corretoras.

“É parecido com os projetos em que trabalhei na NYSE. Usamos a experiência humana e a tecnologia para identificar ‘maus atores’”, relatou Peter Elkins.

Vale notar que os reguladores estão expressando cada vez mais sua preocupação com as falsificações no mercado de criptomoedas. O programa Coinbase Trade Surveillance visa especificamente prevenir a fraude. Nesse contexto, representantes da corretora Gemini anunciaram recentemente o controle de mercado, mas decidiram recorrer à experiência da Nasdaq.

Como disse o gerente da Trading Technologies, Jay Biondo, essas ações ajudarão a Coinbase e a Gemini a atrair novos clientes.

“A supervisão efetiva é uma função fundamental. Corretoras que alegam monitorar o mercado e impedir a manipulação fraudulenta atraem mais investidores, já que estes se sentem mais confiantes e protegidos”, afirmou Biondo.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment