Coinsecure começará a pagar indenização aos clientes

O CEO da corretora indiana de criptomoedas Coinsecure, Mohit Kalra, acusou o chefe do departamento de segurança da sua empresa de roubar 438 BTC (quase US$3,5 milhões).

Publicado em 27 de junho de 2018 por

A corretora indiana Coinsecure anunciou o início do pagamento da indenização aos clientes que sofreram com o roubo de 438 Bitcoins (quase US$3,5 milhões na época) em abril.

Os pagamentos serão feitos em rúpias indianas. De acordo com os termos, os clientes devem assinar um contrato no qual se comprometem a não cobrar obrigações futuras da Coinsecure em conexão com este incidente e fornecer dados pessoais dentro da estrutura do procedimento KYC.

“Por favor, note que o prazo para apresentação de reclamações junto com todos os documentos relevantes termina em 30 de junho de 2018”, sublinhou a Coinsecure.

A organização não divulgou os detalhes da investigação sobre o hacking. Sabe-se, no entanto, que por trás dele se encontra um funcionário do departamento de desenvolvimento científico da corretora, que possuía chaves privadas para carteiras de clientes. Leia mais sobre isso aqui.

Por fim, lembre-se de que, dentro de um contexto similar, anteriormente a também hackeada corretora sul-coreana, Coinrail, anunciou sua intenção de pagar indenização aos clientes. O montante roubado da plataforma foi de cerca de US$37 milhões.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment