Coréia do Sul cobrará impostos sobre transações em criptomoedas

Os legisladores sul-coreanos estão considerando várias opções de impostos sobre o uso de criptomoedas.

Publicado em 16 de outubro de 2017 por

Os legisladores sul-coreanos estão considerando várias opções de impostos sobre o uso de criptomoedas. Isto foi escrito pelo Bitcoin.com.

Conforme relatado pela publicação, uma reunião do Serviço Nacional de Impostos (NSO) foi realizada na cidade de Sejong no dia 13 de outubro, onde Han Seung-hee – representante do departamento – respondeu perguntas sobre opções de tributação para criptomoeda, em particular, o Bitcoin.

Publicidade

Publicidade

Também na reunião, observou-se que o volume diário de operações comerciais com a moeda criptográfica já superou o indicador correspondente da corretora sul-coreana Kosdaq.

“Enquanto estou lidando com as questões da tributação da renda empresarial. Também discuto questões relacionadas à conveniência de introduzir o imposto sobre o valor adicionado e sobre os ganhos de capital em relação a grupos de ativos, como o Bitcoin”, disse o representante do fisco em resposta a uma pergunta sobre as ações que o serviço pretende tomar em resposta à situação atual no mercado de criptomoedas sul-coreano.

Além disso, de acordo com Han Seung-hee, o Ministério de Estratégia e Finanças da Coréia do Sul participa ativamente da discussão sobre questões fiscais. Entre outras coisas, as agências estão considerando a introdução de um imposto sobre ativos digitais.

“Atualmente, monitoramos transações de criptomoedas e avançamos rapidamente nessa direção”, acrescentou.

Finalmente, Han Seung-hee observou que seu departamento está estudando ativamente a experiência dos Estados Unidos, onde os lucros das operações com ativos criptográficos são tributados, bem como a experiência japonesa na esfera da regulação das moedas virtuais.

“Os Estados Unidos estão ativamente envolvidos na tributação do dinheiro virtual, considerando-os como um ativo”, disse ele. “Nós devemos ser ativos, como os Estados Unidos e o Japão”, ressaltou.

Recorde que, na Coréia do Sul, o quadro regulamentar e jurídico para as criptomoedas está sendo ativamente desenvolvido.

Recentemente a Comissão de Serviços Financeiros da Coréia do Sul proibiu as ICOs, bem como todos os tipos de empréstimos em moedas digitais, incluindo negociação de margem.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment