Os termos para a adição da função de assinatura múltipla à criptomoeda Monero ainda não foram determinados, mas o trabalho nessa direção está em andamento e os usuários já têm a oportunidade de testar esta opção.

O hardfork do Monero, após o qual foi ativado o protocolo Bulletproofs na rede da criptomoeda, foi completado com sucesso. Isso foi relatado pelos desenvolvedores do projeto.

O fork tomou lugar no bloco de número 1.685.555, e o bloco sobre o qual a próxima rede será atualizada já é conhecido – será o bloco de número 1.686.275, no qual a versão 9 do software será ativo, tornando o uso do Bulletproofs mandatório.

O protocolo Bulletproofs foi substituído pela tecnologia circular confidential transaction (RingCT), e os desenvolvedores esperam que com essa ativação, o tamanho de transações anônimas na rede Monero caia em 80%, sendo que, dessa forma, as taxas serão significativamente reduzidas.

A última esperança, aparentemente, não é irracional: como relatado em outro tweet de representantes do projeto, no momento, a comissão de uma transação padrão custa entre US$0,005 a US$0,01.