Desenvolvedores do Monero começam a testar função de assinatura múltipla

Os termos para a adição da função de assinatura múltipla à criptomoeda Monero ainda não foram determinados, mas o trabalho nessa direção está em andamento e os usuários já têm a oportunidade de testar esta opção.

Publicado em 6 de novembro de 2017 por

Os termos para a adição da função de assinatura múltipla à criptomoeda Monero ainda não foram determinados, mas o trabalho nessa direção está em andamento e os usuários já têm a oportunidade de testar esta opção. Essa informação foi fornecida pelo Merkle.

A função de assinatura múltipla há muito já é conhecida pelos usuários de Bitcoin e permite que os donos de carteiras aumentem sua segurança através da assinatura de um terceiro, necessária para confirmar transações.

Publicidade

Publicidade

Ao mesmo tempo, esta função ainda não foi implementada no Monero, pois é complicada pelas características estruturais da criptomoeda. No entanto, eventos recentes sugerem que, em algum momento, isso ainda acontecerá.

Em particular, algum tempo atrás, alterações foram feitas nos registros de repositório do Monero no Github. Assim, anteriormente, todos os arquivos relacionados à tecnologia de assinatura múltipla foram acompanhados pela tag “DO NOT MERGE “, sendo que no final da semana passada, essa marcação foi excluída.

Além disso, o desenvolvedor responsável pela implementação da assinatura múltipla pediu à comunidade que avalie e teste a nova opção.

De acordo com a publicação, a introdução da função de assinatura múltipla permitirá ao Monero competir melhor com as criptomoedas que já integraram essa tecnologia. Ademais, uma assinatura múltipla pode, a longo prazo, afetar a situação na darknet. É possível que uma série de mercados possam seguir o caminho do abandono do Bitcoin e uma adoção mais ampla do Monero com seu maior nível de anonimato.

Lembramos que, no início de outubro a Europol publicou um relatório anual sobre o cibercrime, que relatou um aumento no uso de Zcash, Monero e Ether na implementação de transações ilegais na darknet.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment