Empresas britânicas de criptomoedas se unem para regular o mercado

Uma estrutura para auto-regulação da esfera das criptomoedas sob o nome de CryptoUK foi criada no Reino Unido. Ela incluiu empresas como BlockEx, CEX.IO, Coinbase, CoinShares, CommerceBlock, CryptoCompare e eToro.

Publicado em 13 de Fevereiro de 2018 por

Uma estrutura para auto-regulação da esfera das criptomoedas sob o nome de CryptoUK foi criada no Reino Unido. Ela incluiu empresas como BlockEx, CEX.IO, Coinbase, CoinShares, CommerceBlock, CryptoCompare e eToro. Isso foi relatado pela Finance Magnates.

De acordo com a publicação, o diretor-gerente da unidade britânica eToro, Iqbal Gandham, foi eleito presidente da CryptoUK.

Publicidade

Publicidade

“Muitas ilusões estão relacionados ao setor criptomonetário. Contudo, ele pode transformar nossa sociedade. Mas continuamos a ouvir sobre as atividades de intrusos e consumidores afetados. Esse foi o motivo da criação do CryptoUK: a formação de um modelo de comportamento e cooperação com governos e reguladores”, afirmou ele.

Representantes da organização já exigiram complexas avaliações legais, separação de fundos de clientes e empresas, relações com clientes “honestas, transparentes e não enganosas”, além do uso de carteiras frias para armazenamento dos fundos de clientes.

“A CryptoUK apelará ao governo com uma proposta para estabelecer uma regulamentação adequada para proteger os consumidores e garantir a segurança das empresas, o que levará à prosperidade desse setor no Reino Unido”, diz o comunicado.

Publicidade

Publicidade

Vale ressaltar que as medidas regulatórias que estão sendo propostas não foram especificadas, contudo, já se sabe ICOs, em sua forma atual, não estão entre seus objetivos, sendo que, no entanto, os representantes da nova organização prometem desenvolver normas também para tais campanhas. Vale ressaltar que o papel que os reguladores britânicos desempenharão na atividade da nova organização também é desconhecido.

Lembre-se de que anteriormente, informamos que, durante o ano de 2018, a China pretende padronizar medidas para regular o mercado de criptomoedas do país. Neste caso, uma organização autoreguladora, criada pelo Banco Popular da China, assumirá o controle das criptomoedas.

Chrys

Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment