Especialistas em segurança cibernética do Grupo-IB ajudarão a Waves Platform a combater o phishing

A startup russa de Blockchain, Waves Platform, anunciou uma parceria com a empresa de segurança cibernética Group-IB. Os especialistas apoiarão a luta contra o phishing e outras formas de fraude.

Publicado em 17 de Janeiro de 2018 por

A startup russa de Blockchain, Waves Platform, anunciou uma parceria com a empresa de segurança cibernética Group-IB. Os especialistas apoiarão a luta contra o phishing e outras formas de fraude. Isso foi noticiado pelo blog Waves.

“Recebemos muitas queixas sobre páginas em redes sociais cujos donos alegam que estão entregando bônus em Waves. Queremos deixar claro que isso é uma fraude. Levamos essas páginas a sério e tomamos medidas para resolver o problema, inclusive trabalhando com o Grupo IB, líder mundial em segurança cibernética, bem como em combate a crimes de alta tecnologia e fraudes online”, afirma o relatório.

Conforme notado, o Grupo-IB tem muitos anos de experiência na proteção de bancos, organizações financeiras e de seguros de grande número de ameaças, incluindo ataques de phishing, vários tipos de fraudes online, introdução de programas maliciosos em páginas de internet banking, conexões remotas não autorizadas com o dispositivo do cliente para realizar transações em seu nome e outras ameaças.

“Estudamos durante muitos anos as ameaças contra a segurança da informação, bem como ferramentas, esquemas e cenários de atividades de vários grupos de hackers e golpistas. Ao contrário do segmento bancário, as tecnologias financeiras não se enquadram nos requisitos dos reguladores. Será que faz sentido esperar até o risco se transformar em um problema real? A plataforma Waves e sua comunidade já responderam a esta pergunta: proteger seus negócios e seus ativos é uma prioridade para qualquer setor, independentemente de sua idade”, disse Ilya Sachkov, CEO e fundador do Grupo IB.

Conforme observado no site do Grupo-IB, no passado, a empresa já colaborou com gigantes como Microsoft, Sberbank, Gazprom, Rostek, MTS, British American Tobacco, First Channel, Rosneft, Citibank e outros.

Vale notar que, além das falsas páginas do Waves, sites de phishing da Stellar também foram encontrados em redes sociais nas últimas semanas.

Em setembro do ano passado, a principal corretora de criptomoedas, Bitfinex, também advertiu sobre um site de phishing que surgiu na rede e se faz passar pela plataforma de Hong Kong, quando, na verdade, coletava dados confidenciais de usuários. Além disso, Vitalik Buterin alertou sobre a aparição de um “pseudo-Vitalik” envolvido em phishing na rede.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment