ethereum hard fork

No início desta semana, a Ethereum Foundation anunciou que os principais interessados da comunidade decidiram adiar o hardfork Constantinople por causa da descoberta de um ataque de segurança dos contratos inteligentes depois do hardfork. Este anúncio foi feito horas antes da atualização da rede, resultando na liberação de uma mensagem de emergência pela equipe Parity e Geth para evitar a atualização.

A fundação afirmou que todos os operadores de nó, mineradores e corretoras eram obrigados a atualizar para a nova versão ou fazer o downgrade para a versão anterior. Este anúncio foi bastante inesperado pela comunidade, porque a testnet Rinkeby, que ocorreu no dia 9 de janeiro de 2019, foi declarada bem sucedida, ao contrário da testnet Ropsten, que resultou em uma bifurcação de três vias.

Vulnerabilidade detectada no ETH

Desta vez, a vulnerabilidade foi detectada pela ChainSecurity, cuja equipe revelou que os contratos inteligentes serão vulneráveis somente após o hardfork Constantinople e não antes. A atualização da rede permitiria um ataque de reentrada, que atualmente não é possível devido ao alto limite de gás. No entanto, esse ataque seria possível após a atualização, porque o EIP 1283 sugere a redução do gás necessário para as operações SStore.

O atraso do fork também causou um apreço por parte de alguns dos membros da comunidade que notaram a medida rápida tomada pelos membros da Fundação para evitar o fork dentro de um curto espaço de tempo, enquanto outros estavam insatisfeitos com o fato de que a equipe descobriu a vulnerabilidade apenas poucas horas antes da atualização ou então concluíram que a comunidade era centralizada.

Hard Fork Constantinople já era para ter acontecido no Ethereum

Vale acrescentar que, se não fosse pelo ataque de reentrada, a atualização teria ocorrido hoje cedo no bloco # 7080000. Os detalhes relativos à programação do hardfork e do bloco em que ocorreria serão esclarecidos durante a próxima reunião do centro de desenvolvimento do Ethereum, que deve ocorrer no final da semana.

Há especulações no mercado, relacionadas ao hardfork. Alguns membros da comunidade acreditam que o hardfork vai ocorrer no dia 21 de janeiro de 2019, na segunda-feira. No entanto, um dos principais desenvolvedores do Ethereum, Afro Schoedon, afirmou que o próximo hardfork vai levar muito mais tempo.

Ele afirmou no Twitter:

“Não vai acontecer na segunda-feira. Eu não sei quem estava espalhando isso. Na verdade, é mais para 2-6 semanas”.

Para saber melhor do que se trata esse hard fork e como ele interessa para toda a comunidade de criptomoedas, leia este artigo.