ignis ethereum eth

Desenvolvedores da Ethereum Foundation e da startup Matter Inc. apresentaram uma solução para a escalabilidade da rede, a Ignis, baseada na tecnologia Plasma e zkSNARKs. No momento a nova solução esta rodando na testnet Ethereum. Relata sobre isso Trustnodes .

A Ignis substitui a verificação de transação por uma confirmação SNARK de exatidão do novo bloco, que é automaticamente verificada por um contrato inteligente. Isso reduz significativamente o tamanho da transação.

“Em princípio, uma unidade incorreta não pode ser adicionada pelo operador, portanto, os usuários não precisam estar constantemente monitorando as transações na rede”, observam os desenvolvedores.

Entendendo melhor a solução Ignis para Ethereum – ETH

Para garantir a capacidade de qualquer pessoa que queira restaurar a estrutura da árvore Merkle, um pequeno pedaço de dados (até 9 bytes) de cada transação é incluído na máquina virtual Ethereum. No futuro, a solução será capaz de atingir uma taxa de transferência de mais de 500 transações por segundo.

De acordo com o desenvolvedor da Fundação Ethereum Alex Glukhovsky, o tamanho do bloco do atual protótipo Ignis é limitado a oito transações, uma vez que serve apenas para confirmar as operações realizadas pelo SNARK, mas na versão completa o tamanho do bloco será 1600.

“O Ignis é considerado uma interface interna para aplicativos descentralizados que pode em tese melhorar o desempenho da MetaMask e sharding”, disse Glukhovsky.,

No futuro, os desenvolvedores pretendem realizar criar um ambiente confiável em analogia com o Zcash.

Lembre-se, a solução Plasma, apresentada em março de 2018, visa aumentar o rendimento da rede Ethereum. O sistema tem um nível externo de contratos inteligentes capazes de interagir com a Blockchain principal.

O protocolo de prova de abertura zero zkSNARKs permite converter dados transacionais na chamada evidência compactada, cujo tamanho permanece o mesmo, independentemente do número de entradas.