Facebook e Instagram proíbem publicidade de ICO e criptomoedas

De acordo com as novas regras para anúncios na maior rede social do mundo – Facebook –, os usuários não poderão anunciar ICOs ou ativos criptográficos, incluindo Bitcoin, na plataforma.

Publicado em 31 de Janeiro de 2018 por

De acordo com as novas regras para anúncios na maior rede social do mundo – Facebook –, os usuários não poderão anunciar ICOs ou ativos criptográficos, incluindo Bitcoin, na plataforma.

Conforme indicado na mensagem, os dois princípios fundamentais da empresa em relação à publicidade são que os anúncios devem ser seguros ​​e ganhar a confiança das pessoas. Segundo afirmam os responsáveis pelo Facebook, “não há lugar para anúncios enganosos ou enganadores nesta rede social”.

“Adotamos uma nova política que proíbe a publicidade de produtos e serviços financeiros frequentemente associados a atividades enganosas ou enganosas em sua natureza: opções binárias, Ofertas Iniciais de Moedas e criptomoedas”, afirma o comunicado.

Publicidade

A empresa acrescentou que deseja que os usuários do Facebook aprendam sobre novos produtos e serviços sem medo de se tornarem vítimas de golpes. Vale ressaltar que muitas organizações que lidam com as atividades acima listadas não estão agindo bem.

Exemplos de publicidade de tais instrumentos financeiros também são fornecidos:

  • Comece a negociar opções binárias no momento e obtenha uma garantia comercial de 10 anos sem risco!
  • Clique aqui para saber mais sobre nossa criptomoeda sem risco, o que permite que você faça transferências instantâneas ao redor do mundo.
  • Nova ICO! Compre tokens com um desconto de 15% agora mesmo!
  • Use suas economias de aposentadoria para comprar Bitcoin!

Além disso, é possível observar que as novas regras são amplas o suficiente para permitir que a empresa tenha mais oportunidades de rastrear publicidade enganosa. Por fim, a nova política do Facebook se estende às suas outras plataformas, incluindo a Audience Network e o Instagram.

Vale ressaltar que no início de janeiro, o CEO da Facebook, Mark Zuckerberg, afirmou que estava interessado em estudar tecnologias de criptografia e criptomoedas visando sua possível integração à maior rede social do mundo. Ele inclusive causou um pump na criptomoeda HTMLCoin.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment