FMI: regulamentação internacional de criptomoedas é inevitável

A diretora executiva do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, que recentemente  falou sobre os potenciais riscos do Bitcoin e de outras criptomoedas, ressaltou que os ativos também têm lados positivos.

Publicado em 10 de Fevereiro de 2018 por

A chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, afirmou que a agência está tentando impedir o uso do Bitcoin e outras criptomoedas para a lavagem de capital e o financiamento do terrorismo. Isso foi dito em entrevista à CNN Money.

“Nós tínhamos regulamentação de organizações nos últimos dez anos após a crise financeira, mas agora definitivamente precisamos avançar para a regulamentação das operações [em criptomoedas]”, disse Lagarde.

Segundo ela, criptomoedas têm muitos lados “escuros”, motivo pelo qual o FMI tenta ativamente impedir seu uso para lavagem de dinheiro e/ou financiamento do terrorismo.

Além disso, Christine Lagarde acrescentou que os reguladores precisam se concentrar em como e por quem as transações são realizadas, em seu monitoramento e também na disponibilidade de licenças necessárias aos operadores.

Vale ressaltar que no início deste ano, uma declaração semelhante foi feita pelo porta-voz do FMI, Gary Price.

Além disso, durante o recente Fórum Econômico Mundial em Davos, Christine Lagard chamou a mineração de “um mal para o setor energético”.

Nota: vamos lembrar aqui que a moça entende mesmo de corrupção tendo ela mesma praticado ato corrupto saindo impune do caso.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment