G-20 desenvolverá padrões para combater lavagem de dinheiro através das criptomoedas

Após a recente queda das criptomoedas que tomou lugar no fim de semana, sinais positivos por parte dos representantes do G20 influenciaram favoravelmente a dinâmica do mercado, fazendo com todos os representantes da classificação Top-20 da CoinMarketCap adentrassem novamente a zona verde e demonstrassem uma rápida e confiante recuperação.  

Publicado em 23 de julho de 2018 por

Os estados membros do G-20 assinaram um acordo segundo o qual, até outubro de 2018, será desenvolvido um padrão para o combate à lavagem de dinheiro (AML) na área de criptografia. Isso foi relatado pela CoinDesk.

Sabe-se que neste fim de semana (21-22 de julho) ocorreu uma reunião de Ministros das Finanças e chefes de Bancos Centrais dos países participantes do G-20. Durante o encontro, a importância de um rigoroso monitoramento da esfera criptomonetário foi novamente sublinhada.

Para desenvolver o padrão AML, será envolvido o Grupo de Ação Financeira contra o Branqueamento de Capitais (FATF), que explora a possibilidade de aplicação de medidas existentes contra a lavagem de dinheiro através das moedas digitais.

“Embora os ativos criptográficos não representem riscos para a estabilidade do sistema financeiro global, é necessário permanecer vigilante. Repetimos nossas declarações de março e pedimos ao GAFI para esclarecer a possibilidade de usar os padrões existentes para os ativos criptográficos”, afirmaram os representantes do FATF.

Lembre-se que em meados de julho, o Conselho de Estabilidade Financeira do G-20 anunciou planos de avaliar os riscos das criptomoedas.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment