Os fundadores da corretora de Bitcoin, Gemini, anunciaram a adição de novas criptomoedas à sua plataforma de negociação, são elas: Bitcoin Cash e Litecoin – o principal objetivo da plataforma para 2018.

Os irmãos Winklevoss, proprietários da corretora Gemini, fizeram generosas doações ao fundo eleitoral do governador do Estado de Nova York, Andrew Cuomo. Menos de um mês depois de uma doação de US$100 mil, a Gemini obteve a licença. Isso foi relatado pelo New York Post.

Cameron e Tyler Winklevoss doaram US$50 mil em 24 de abril, e em 14 de maio, os reguladores estaduais emitiram uma licença à Gemini para negociação de Bitcoin e outras criptomoedas. Vale ressaltar que um mês depois, no dia 20 de junho, os donos da corretora doaram outros US$15 mil para a campanha eleitoral de Cuomo.

A edição, no entanto, observa que todas as pessoas familiarizadas com a situação dizem que não há conexão entre a doação e o licenciamento da corretora.

“Cameron e Tyler Winklevoss apoiaram e continuam a apoiar muitos eficazes líderes no país. Eles doaram para a campanha do governador Cuomo porque acreditam em suas habilidades e acreditam que ele é a pessoa que deve levar Nova York para o futuro”, apontou o porta-voz dos Winklevoss.

Vale ressaltar que os “cripto-irmãos” apoiaram financeiramente apenas dois políticos: o governador Cuomo e o senador Daniel Squadron. Este último recebeu um total de US$10,9 mil em 2012 e 2014.

Ainda em referência a notícias relacionadas à Gemini, lembramos que em maio, a corretora tornou-se a primeira plataforma licenciada do mundo com suporte ao ZCash.