Hackaton holandesa, energia e blockchains

Hackaton holandesa promove uso de blockchains em nogociações energeticas. no mesmo evento a hyperledger foi nomeada a plataforma mais prestigiosa

Publicado em 23 de outubro de 2016 por

Entre 14 e 15 de outubro, a hackaton holandesa, Hackenergy 2016 holandesa esteve cheia de programadores de energia e soluções em blockchain. Um juri composto de experts da indústria, nomeou o projeto baseado em Hyperledger, EcoCoin, como a plataforma mais prestigiosa, focando na transição de energia via peer-to-peer.

Evento Hackenergy testa soluções para energia em blockchain

Este evento foi uma hackaton patrocinada pela ENGIE Nederland, Groningen’s IBM Client Innovation Center (CIC) e a Energy Academy Europe. Os workshops fomentados consistiram em 48 horas de “colaboração intensa, excitação e busca de soluções.”

Os participantes tiveram acesso a mais recente tecnologia Hyperledger e à experts do time de blockchain da IBM. Trabalhando com Hyperledger, a hackaton também focou em computação cognitiva com a Watson Artificial Intelligente e em desenvolvimento com o Bluemix da IBM. O evento também proveu seus participantes de dispositivos de IoT e sensores para hackers desenvolverem conceitos energéticos.

“Passamos a primeira noite inteira discutindo e formando ideias e depois, lá pelas 11 da manhã do outro dia, concebemos a ideia”, disse Geils. “Naquele ponto tinhamos 25 horas restantes para fechar o projeto, e foi o que fizemos”.

Uma nova ferramenta que aproxima produtores de energia com consumidores

Os organizadores declararam que a plataforma era similar a projetos como LO3 Energy e Consen Sys. Richard Kastelein, de Stiching Hackitarians que foi quem organizou o evento, disse que o projeto EcoCoin atendeu completamente ao conceito. “Existem muitas inovações sendo feitas na área de negociação peer-to-peer energética, Blockchain, AI e IoT,” adicionou Kastelein.

O hacker alemão, Hodge Hodgson, disse que a plataforma EcoCoin teria vários usos em situações do mundo real. Por exemplo, um conceito é o de unir produtores de energia à consumidores enquanto, ao mesmo tempo, cria um campo para intermediários utilizarem.

O time não revelou se eles sacariam o prêmio em dinheiro de €5,000 ou se escolheria por comparecer no programa de startups conhecido como Energy Venture Lab/Startup Fast Track. Este programa foi fundado pela empresa multinacional no ramo energético ENGIE, Groningen University, Hanze UAS e pela província de Groningen.

O time da EcoCoin irá comparecer em novembro ao Ultrahack 2016, em Helsinki. Este evento é uma competição internacional de vários ganhadores de outros hackaton durante o ano. Os times irão competir por uma parcela de mais de 1 milhão de euros de fundos de investimento e, caso ganhe, a EcoCoin receberia 1.000 euros em passagens e acomodações. Este valor também inclui ingressos para o Slush Festival, que é uma das maiores conferências tecnológicas dos países nórdicos.

Hackenergy já pensa em produzir o próximo hackaton

Os organizadores disseram que o evento de 2016 foi um sucesso. “Foi um ótimo evento, trazendo a transição energética para onde ela pertence: próxima do público que deseja trabalhar em nosso futuro em uma maneira excelente, que conecta conhecimento, inovação e negócios. Estamos ansiosos para dar as boas vindas a novos projetos energéticos, bem como em receber a próxima convenção!”, disse Maurits Alberda, gerente de empreendedorismo e inovação na Energy Academy Europe.

Publicidade

Publicidade

A IBM e o projeto Hyperledger têm estado continuadamente na vanguarda da inovação de blockchain. As organizações creem que hackatons ajudam à incitar novas ideias e conceitos tecnológicos de modo ramificado. Outros venedores do evento foram Hack the Truck por melhor desing, Joris for Best Tecnology e o melhor conceito comercial foi vencido pela UU-IoT com seu James Project. Todos os concorrentes receberam 400 euros em prêmios por seus esforços de colaboração durante o evento.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment