Hashrate de rede Bitcoin atualiza máximo histórico

Depois de muita discussão e argumentos, tanto válidos quanto inválidos de ambos os lados, o empasse da rede do Bitcoin terminou com a criação da nova critpomoeda Bitcoin Cash (BCC). Apesar de praticamente nenhuma corretora estar aceitando ainda depósitos na nova cripto, seu mercado de capitalização já ocupa o 4.º lugar na listagem do site CoinMarketCap, com mais de US$ 6 Bilhões até o momento.

Publicado em 30 de agosto de 2018 por

No dia 27 de agosto, o hashrate na rede principal do Bitcoin atingiu um máximo absoluto de 61,86 exahash/seg.

Isso significa que, em apenas dois dias, o poder agregado de computação aumentou em 35%. Vale ressaltar que em 28 de agosto, o preço do Bitcoin por algum tempo retornou a marcas acima de US$7 mil.

No momento, o poder de computação diminuiu para o nível do último máximo histórico na região de 50 exahash/seg., atingido no final do mês passado.

Ainda referente ao hashrate do Bitcoin, lembramos que anteriormente, a Bitmain divulgou o volume de capacidade que controla: 1692.05 pentahash/seg. no algoritmo SHA256, 339.69 gigahash/seg. no ETHASH e apenas 44.19 gigahash/seg. no SCRYPT.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment