“Hotéis” especializados em mineração de Bitcoin ganham  popularidade na rede

Desde o início de 2018, o número de propostas de arrendamento dos chamados “hotéis de mineração” – onde os proprietários de fazendas de mineração podem colocar seus equipamentos por uma taxa – aumentou em seis vezes.

Publicado em 21 de Março de 2018 por

Desde o início de 2018, o número de propostas de arrendamento dos chamados “hotéis de mineração” – onde os proprietários de fazendas de mineração podem colocar seus equipamentos por uma taxa – aumentou em seis vezes. Isto foi relatado pelo portal “Kommersant” com referência aos dados do serviço de anúncios gratuitos “Yula”.

De acordo com as informações disponíveis, o número de pedidos de busca usando palavras “hotel de mineração” para as duas primeiras semanas de março aumentou 9,5 vezes, “hotel para mineração”, 4 vezes e “centro de dados para mineração”, 3,5 vezes.

A maioria das ofertas de acomodação em hotéis de mineração são publicados em Moscou e São Petersburgo. Além disso, Chelyabinsk e Nizhny Novgorod estão tomando uma grande vantagem. O menor número de propostas são em Ufa, Tyumen, Samara, Rostov-on-Don, Orsk, Novosibirsk, Kirov, Irkutsk e Ivanovo.

Note que Yula registrou uma queda nos preços dos serviços de hotéis de mineração – em janeiro, o custo médio da oferta era de 3,75 mil rublos, em fevereiro, de 3,14 mil rublos e em março, de 2,55 mil rublos por mês. As ofertas mais baratas são promovidas em Ivanovo (1 mil rublos) e Ufa (1,5 mil rublos). As mais caras, em Chelyabinsk (4,5 mil rublos) e Tyumen (5 mil rublos).

A crescente popularidade dos hotéis de mineração pode ser explicada pelo fato de que a manutenção de uma fazenda de mineração num apartamento é difícil devido às proporções do equipamento, alto consumo de energia e emissão de calor e ao significativo nível de ruídos durante a operação. Os requisitos para equipamentos em hotéis de mineração são bastante altos.

“O espaço deve ser bem ventilado para que o equipamento não sobreaqueça. Deve ser seco, ter um canal de eletricidade estável e proteção contra incêndios”, afirma Igor Zartdinov, diretor da Enigma e cofundador do fundo criptomonetário ICG.

Segundo ele, mineradores profissionais tendem a localizar suas fazendas em hotéis de classe A – com salas de pelo menos 100 metros quadrados, um canal de energia de reserva, um corredor frio, um sistema de extinção de incêndios de emergência, segurança e manutenção 24 horas por dia. Os hotéis deste tipo geralmente são localizados nos territórios de centrais elétricas das quais recebem energia com desconto. Equipar tal espaço pode custar até US$1 – 1,5 milhões.

“O custo médio de um serviço dessa qualidade, incluindo o preço da eletricidade consumida, é de 7 a 8 mil rublos por mês para uma vaga”, observa Zartdinov.

Considerando que o custo da fazenda, é de em média 170 – 190 mil rublos, os custos iniciais do proprietário devem ser pagos em cerca de um ano.

Publicidade

Publicidade

Ao mesmo tempo, a competitividade desse setor está em constante crescimento devido à redução de áreas adequadas para a criação de hotéis de mineração. De acordo com Zartdinov, no futuro, isso deve levar à consolidação do mercado, bem como à estabilização e até mesmo ao crescimento de serviços para a instalação de fazendas de mineração.

Lembramos que em setembro de 2017, representantes da empresa chinesa Maye falaram com o chefe da região de Pavlodar no Cazaquistão, Bulat Bakauov, a respeito da perspectiva de construir um hotel de mineração na região.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment