A Huobi, corretora de criptomoedas que por questões legais decidiu deixar a china há alguns meses, anunciou planos de abrir um escritório em Londres.

O operador da Huobi, a quarta corretora de Bitcoin em termos do volume de negociação, lançou o procedimento para comprar uma participação controladora na Pantronics Holdings e em caso de conclusão bem-sucedida da transação, será capaz de entrar na bolsa de valores através de um procedimento de aquisição inversa. Isso foi relatado pela CoinDesk.

De acordo com a documentação sobre acionistas, que a Pantronics Holdings divulgou na Bolsa de Valores de Hong Kong em 21 de agosto, a empresa transfere 221 milhões de ações ordinárias para Li Lin, o presidente do Grupo Huobi, usando várias unidades da bolsa para isso.

Como resultado, Li Lin se tornará proprietário de 73,73% na Pantronics, tornando-se o maior acionista da empresa. O valor de uma ação é de HK$2,72 (US$0,35), sendo que dessa forma o valor total da transação é estimado em quase US$77 milhões.

Se a transação for aprovada, o Grupo Huobi estabelecerá o controle sobre a empresa pública, o que lhe dará a oportunidade de entrar no mercado financeiro secundário por meio da chamada aquisição inversa – esta última implica que uma empresa não pública adquire uma empresa pública e, evitando obstáculos regulatórios, entra automaticamente na bolsa de valores.

A fabricante de eletrônicos Pantronics Holdings entrou na Bolsa de Valores de Hong Kong em 2016. Representantes de ambos os lados até agora se abstiveram de comentar, já que não podem fazer nenhuma declaração até que o acordo seja finalmente aprovado.

Acrescentamos que no momento, três grandes fabricantes de equipamentos para mineração – Bitmain, Canaan e Ebang International – têm planos de entrar na Bolsa de Valores de Hong Kong. No entanto, todos eles pretendem fazê-lo através de uma IPO.