ICOs já atraíram mais de US$1,1 bilhão desde o início de 2018

Cientistas da Universidade da Califórnia em Santa Barbara, da Universidade de Michigan e da Universidade de Stanford desenvolveram um algoritmo de aprendizagem de máquinas ICORATING capaz de detectar ICOs fraudulentas.

Publicado em 28 de Fevereiro de 2018 por

Aparentemente, a volatilidade das moedas digitais e o alto risco de fraude não resultaram em um significativo impacto no desenvolvimento do mercado de Ofertas Iniciais de Moedas (ICO). Assim, nos dois primeiros meses de 2018, 48 ICOs já coletaram mais de US$1,1 bilhão. Isso foi relatado pelo Coinschedule.

Para ter uma base de comparação, o serviço TokenData do ano passado registrou 902 projetos de ICO, sendo que 142 deles falharam antes da captação de recursos e outros 276 foram encerrados após receber financiamento.

De acordo com o Business Insider, apesar de apenas 48% (435) das startups terem sido bem-sucedidas, cerca de US$5,6 bilhões foram coletados em ICOs no decorrer de 2017. Em média, cada projeto representou um montante aproximado de US$12,7 milhões, enquanto as dez maiores ICOs atraíram 25% do valor total, de acordo com TokenData.

ICOs já atraíram mais de US$1,1 bilhão desde o início de 2018. BTCSoul.com

Em 2018, a tendência continua. Contudo, vale ressaltar que as 48 ICOs, que arrecadaram um total de US$1,16 bilhão, ainda não incluem a Oferta da Telegram Open Network, que na primeira rodada atraiu US$850 milhões de 81 investidores privados e na semana passada, lançou a segunda pré-venda secreta de sua criptomoeda TON.

As três principais categorias de ICO de sucesso em 2018: “Negociação e Investimentos”, “Finanças” e “Comunicações” – representaram cerca de um terço de todos os projetos.

De acordo com vários especialistas, neste ritmo, até o final do ano, as ICOs atrairão mais de US$7 bilhões no total. No entanto, a julgar pelo ano passado, esse montante pode ser muito maior. Em muitos aspectos, isso também depende de qual quadro legal e regulamentar será estabelecido em regiões-chave, incluindo a União Europeia e os Estados Unidos.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment