Irkutskenergosbyt cobra um milhão de rublos de comunidade religiosa por minerar Bitcoin

Mineração de Bitcoin é mais rentável que tráfico de drogas e armas

Publicado em 9 de outubro de 2018 por

A Igreja dos Cristãos Evangélicos “Blagodat”, em Irkutsk, não conseguiu o cancelamento da decisão do tribunal envolvendo a coleta de 1,1 milhões de rublos pelo alto consumo de eletricidade. A Irkutskenergosbyt convenceu o Tribunal de Arbitragem da Região de Irkutsk que a comunidade estava envolvida na mineração de Bitcoin.

Devido ao aumento do consumo de energia pelo prédio dos evangélicos em junho de 2017, a Irkutskenergosbyt mudou o contrato com a Blagodat. Dentro do espaço da igreja, Representantes da Irkutskenergosbyt descobriram uma “estação de servidores” projetada para mineração de Bitcoin.

Sob os novos termos, a organização religiosa deve pagar tarifas corporativas, e não tarifas para a população. Além disso, a Irkutskenergosbyt cobrou 1,1 milhão de rublos da comunidade. A organização pagou a conta, mas depois achou julgou a mudança tarifária um “enriquecimento irracional” e foi a tribunal.

Segundo sabe-se do caso, os representantes da “Blagodat” vincularam o aumento do consumo de energia elétrica ao trabalho de equipamentos para a gráfica e aquecimento do prédio. No entanto, o tribunal refutou esses argumentos.

“A análise apresentada leva à conclusão de que o consumo de energia elétrica pelas organizações que realizam um tipo de atividade de impressão é incomensuravelmente menor que a quantidade de energia elétrica consumida pelo requerente para imprimir e replicar literatura religiosa para o mesmo período. A referência do requerente à instalação de dispositivos adicionais de aquecimento não é aceita pelo tribunal devido à insolvência e artificialidade”, explicou o tribunal.

Lembramos que anteriormente relatamos que um tribunal chinês condenou um minerador a 3,5 anos de prisão por roubar eletricidade.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment