Irmãos Winklevoss tornaram-se primeiros bilionários de Bitcoin do mundo

Os irmãos Winklevoss acusaram Mark Zuckerberg de roubar a ideia do Facebook deles. Depois de ganhar no tribunal e receber US$65 milhões em 2008 como parte de um acordo de liquidação, em 2013, os gêmeos compraram um montante de US$ 11 milhões em ativos criptográficos, mais especificamente em Bitcoins quando este custava US$120.

Publicado em 4 de dezembro de 2017 por

Os primeiros bilionários de Bitcoin do mundo são os gêmeos Tyler e Cameron Winklevoss, escreve o British The Telegraph.

Os irmãos Winklevoss acusaram Mark Zuckerberg de roubar a ideia do Facebook deles. Depois de ganhar no tribunal e receber US$65 milhões em 2008 como parte de um acordo de liquidação, em 2013, os gêmeos compraram um montante de US$ 11 milhões em ativos criptográficos, mais especificamente em Bitcoins quando este custava US$120.

Publicidade

Publicidade

No início desta semana, o preço do Bitcoin pela primeira vez ultrapassou US$ 11.000.

“Acredita-se que este é o primeiro bilhão obtido em investimentos na criptomoeda, um momento histórico para um ativo controverso”, diz o material.

Supõe-se que os irmãos Winklevoss possuem aproximadamente 1% de todos os Bitcoins do mundo. Seu patrimônio é estimado em cerca de 100.000 BTC.

Outro proprietário de mais de US$1 bilhão em Bitcoins é o criador da moeda criptográfica, o misterioso Satoshi Nakamoto. Os Bitcoins que lhe pertencem desde 2009 ainda não entraram em movimento.

No entanto, os irmãos Winklevoss também não se apressam a se separar de seus Bitcoins.

“Nós nunca vendemos Bitcoin, investimos por muitos anos”, disse Cameron Winklevoss em 2015.

Lembre-se de que os irmãos Winklevoss são donos da corretora de Bitcoins Gemini, e esperam lançar seu próprio ETF-Bitcoin.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment