John McAfee: Bitcoin se tornará “padrão ouro”

Como você sabe, recentemente o criador do antivírus McAfee Security, John McAfee, foi levado pelas criptomoedas. No verão passado, ele fez uma declaração anunciando que estava pronto para comer seu próprio pênis, se em três anos o preço da Primeira Moeda não chegasse a US$500 mil. McAfee decidiu não parar por aí e aumentou os riscos.

Publicado em 31 de agosto de 2018 por

O famoso entusiasta de criptomoedas e fundador da MGT Capital Investments, John McAfee, acredita que em breve o Bitcoin “voará” e se tornará “extremamente valioso”. Ele também acusou a mídia de servir a Securities and Exchange Commission (SEC) em suas atividades “obscuras e ilegais”. Isso foi relatado pela NewsBTC.

Como evidência de uma quebra da tendência, McAfee citou o fato de que o Bitcoin aumentou 42% desde 25 de junho. Ele acredita que a queda no preço do Bitcoin a partir da marca de US$20 mil não foi necessária e se deveu a “pessoas entendendo mal o mercado”. Ele nega a possibilidade de um atraso de dois anos antes do crescimento do Bitcoin, sendo que até mesmo um período de seis meses, de acordo com o entusiasta de criptomoedas, “contradiz a realidade”.

“Teremos algo extremamente valioso. Se você observar o número de empresas que aceitam o Bitcoin e o número de usuários, você vai ver que esses números crescem rapidamente. A matemática simples diz que terá uma explosão de popularidade e uma explosão muito forte por sinal”, disse McAfee.

O empreendedor admite que o Bitcoin eventualmente deixará de ser a principal criptomoeda para pagamento e será substituído por moedas que sejam mais convenientes nesse sentido. Como uma alternativa possível, ele citou o Ethereum, que conta com uma grande base de usuários.

Publicidade

No entanto, apesar do fato de que o Bitcoin tem algumas desvantagens em termos de escalabilidade, McAfee enfatiza que a questão está na aceitação, e “o Bitcoin definitivamente foi aceito”. Ele também mencionou barras de ouro e valores mobiliários, que raramente são usados como meios de pagamento, mas têm valor inegável, pois seus proprietários pensam assim.  

“O Bitcoin se tornará o padrão ouro. Bitcoin sempre será o padrão que você pode manter em sua carteira off-line e ver como sua poupança de aposentadoria. É o “pai de todas as moedas”, que é sempre o melhor. Quando as pessoas começam a aprender sobre criptomoedas, elas dizem “Bitcoin” em vez de “criptomoeda”, sublinhou John McAfee.

Adicionalmente, ele se expressou fortemente contra as ações da SEC, dizendo que “[a Comissão] precisa ser substituída ou simplesmente fechada”. Em particular, McAfee acusou o departamento de ações ilegais contra ICOs, porque, ao argumentar que os tokens vendidos como partes dessas ICOs são valores mobiliários, o regulador contradiz a decisão do Supremo Tribunal dos Estados Unidos de 1950, que dá uma definição certa de valores mobiliários.

A mídia também foi criticada por McAfee por sua passiva posição. Segundo ele, o Google e o Facebook regularmente “repassam” as informações para a CIA e o FBI, embora devam liderar o movimento pela liberdade pessoal. Ele também acrescentou que ele mesmo está sob pressão do Estado.

“Assim como o Facebook e o Twitter, temos medo da SEC. Estamos na América, e eles podem me chamar para o tribunal e me atormentar para o resto da minha vida. E é precisamente porque a SEC está tentando confundir todo mundo sobre sua atitude em relação a ICOs e aos tokens, que eu acho que eles gostariam de reconhecê-los como valores mobiliários. Isso é muito perigoso para nós”, apontou McAfee.

Vale ressaltar que anteriormente, John McAfee chamou de absurdo o reconhecimento de tokens de ICOs como valores mobiliários e disse que lutaria contra essa decisão “até seu último suspiro”. É possível ler mais sobre isso aqui.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment