Kraken acusa Bloomberg de manipular futuros de Bitcoin

Uma das mais antigas corretoras criptográficas, a Kraken, anunciou o encerramento de seu trabalho no Japão. Como principal razão para essa decisão, a empresa apontou o aumento do custo das negociações no país.

Publicado em 3 de julho de 2018 por

A corretora Kraken respondeu ao material publicado recentemente pela Bloomberg, que se refere à manipulação feita  pela plataforma de negociação com dólar tokenizado da Tether.

No material publicado em 29 de junho pela Bloomberg, foi dito que o volume de negócios do Tether na plataforma Kraken “demonstra sinais alarmantes” e que deveriam chamar a atenção dos reguladores.

O blog Kraken, no entanto, diz que o material produzido por jornalistas da Bloomberg visa principalmente manipular os preços dos futuros de Bitcoin.

Representantes da corretora também disseram que o material sobre eles é questionável, não faz sentido e “foi inescrupulosamente copiado de outros jornalistas”. Além disso, também foi sugerido que os jornalistas da Bloomberg escreveram este artigo guiados apenas por seus motivos egoístas:

“Se decidíssemos concentrar nossos esforços em lutar contra manipuladores de mercado, deveríamos prestar atenção a esse fato: o material da Bloomberg foi publicado em 29 de junho, o último dia útil do segundo trimestre, às vésperas da expiração de muitos contratos de futuros. Este é um sinal alarmante”

Representantes da corretora, aparentemente, referem-se a futuros com vencimento em 5 de julho, negociados na CME. Eles também sugerem que o artigo, na verdade, foi projetado para pressionar a taxa do Bitcoin e, consequentemente, aumentar o lucro a curto prazo.

Adicionalmente, em seu material, os jornalistas da Bloomberg alegaram que a Kraken manipulou o mercado através da implementação de um grande número de micro-transações com tokens Tether. Segundo os autores do artigo, um grande número de pequenas transações com o USDT dificilmente seria realizado por pessoas, o que foi refletido no preço do dólar tokenizado.

Em resposta, representantes de Kraken afirmaram modestamente que, embora se orgulhem de sua boa reputação, o volume de negócios de sua plataforma de negociação não é tão grande para afetar de alguma forma o preço do Tether.

“A formação do preço do USDT ocorre em mercados onde circulam centenas de milhões de dólares. Isso não pode acontecer no par USDT/USD na Kraken, que atualmente não atinge um volume de negócios diário de US$1 milhão”, notaram representantes da corretora.

Ainda em referência ao Tether, lembre-se de que anteriormente relatamos que o stablecoin ficou em segundo lugar no volume de negociações diárias, ultrapassando o Ethereum, por exemplo.

Por fim, no que se refere à Kraken, vale ressaltar que em abril deste ano, a corretora criptomonetária Kraken se recusou a cooperar com as autoridades estaduais de Nova York. É possível ler mais sobre isso aqui.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment