O gigante japonês GMO Internet anunciou sua intenção de assumir liderança na esfera da mineração de criptomoedas. Para este fim, um escritório separado será aberto no norte da Europa.

GMO, gigante japonês da Internet, publicou um relatório que diz que o lucro operacional no setor criptomonetário no segundo trimestre foi de 255 milhões de ienes (US$2,3 milhões).

Segundo o documento, o lucro da mineração (47%) e negociação (53%) foi de 2,6 bilhões de ienes (US$23 milhões), mas as despesas operacionais alcançaram US$21 milhões. Levando em consideração o fato de que no primeiro trimestre as perdas da GMO nesse setor foram de US$6,6 milhões, os novos indicadores, apesar dos altos custos, indicam um aumento da participação no mercado.

Por exemplo, se no primeiro trimestre a GMO extraiu apenas 512 Bitcoins, em junho, esse número chegou a 528 Bitcoins.

Lembre-se de que anteriormente relatamos que o gigante japonês anunciou que desenvolveria um sistema de pagamentos baseado em Blockchain. Leia mais sobre isso aqui.