GMO Internet desenvolverá sistema de pagamento baseado em Blockchain

O gigante japonês GMO Internet anunciou sua intenção de assumir liderança na esfera da mineração de criptomoedas. Para este fim, um escritório separado será aberto no norte da Europa.

Publicado em 18 de julho de 2018 por

A GMO Internet Group, empresa japonesa de tecnologia, implementará a tecnologia de Blockchain em seu novo banco na Internet, que foi lançado em conjunto com o Aozora Bank. Isso foi relatado em um comunicado de imprensa da empresa.

A empresa japonesa desenvolverá um novo sistema de liquidação para o GMO Aozora Net Bank utilizando a tecnologia de registro distribuído.

“A Blockchain é um avanço incrível para pagamentos seguros e rápidos, bem como para serviços financeiros”, apontou o comunicado à imprensa.

Foi divulgado também que o banco trabalhará com base na inteligência artificial e na Internet das coisas.

Em 2017, o conglomerado japonês GMO Internet Group lançou um site para negociação de criptomoedas, neste contexto, representantes da empresa informaram que pagariam parte do salário de seus empregados em Bitcoins.

Também no ano passado, o mesmo conglomerado entrou rapidamente no setor de mineração, criando a B2: primeira mineradora de Bitcoin totalmente desenvolvida no Japão.

Por fim, lembramos que em janeiro deste ano, GMO anunciou o desenvolvimento bem-sucedido de chips de mineração Fin Fet Compact (FFC) de 12 nanômetros, o que, de acordo com o site da empresa, se traduziria em um importante passo em direção à criação de dispositivos de 7 nanômetros ainda mais produtivos. É possível ler mais sobre isso aqui.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment