Membros da comunidade Bitcoin criticam compra de GitHub pela Microsoft

Nesta segunda-feira, 4 de junho, a gigante norte-americana de tecnologia Microsoft adquiriu um conhecido serviço web para hospedagem de projetos de TI e seu desenvolvimento conjunto. O valor do contrato foi de US$7,5 bilhões.

Publicado em 5 de junho de 2018 por

Nesta segunda-feira, 4 de junho, a gigante norte-americana de tecnologia Microsoft adquiriu um conhecido serviço web para hospedagem de projetos de TI e seu desenvolvimento conjunto. O valor do contrato foi de US$7,5 bilhões.

O GitHub é crucial para o setor de Blockchain, já que muitos projetos ajustam e desenvolvem seu código aberto com a ajuda deste serviço.

Um dos primeiros críticos foi o desenvolvedor do Bitcoin Core, Vladimir van der Laan: quando perguntado se o repositório de Bitcoins deveria migrar para outro serviço, ele respondeu afirmativamente:

“Sim, não há necessidade de pressa, mas acho que este é o começo do longo e doloroso caminho do GitHub para o esquecimento e destino do CodePlex”.

O famoso entusiasta de criptomoedas Armin van Bitcoin sarcasticamente felicitou o GitHub pela conclusão do contrato e acrescentou que os desenvolvedores já começaram a migrar para o Bitbucket.

O jornalista Joseph Young fez uma analogia à compra do Skype pela Microsoft e escreveu que o GitHub pode ter o mesmo triste destino.

Outros usuários sugeriram a Yang que ele esqueceu de mencionar Hotmail e Nokia, que, em sua opinião, sendo parte da Microsoft, não mostram nenhuma dinâmica positiva.

O organizador da conferência Breaking Bitcoin, Kevin Loatz, também “enterrou” simbolicamente o GitHub.

Ao mesmo tempo, o criador do Dogecoin, Jackson Palmer enfatizou que está mais preocupado com a centralização do controle de ferramentas para criação de projetos de código aberto, e não com a empresa que adquiriu o GitHub.

Ele também admitiu que a vantagem do GitHub está na facilidade de distribuição e transferência de dados, expondo que por isso não vê nenhuma dificuldade em uma mudança para recursos alternativos.

Palmer aconselhou a duplicação de importantes repositórios e recomendou que aqueles que estejam extremamente preocupados com a situação usem o protocolo IPFS para copiar dados.

Vale notar que a plataforma competidora GitLab registrou um aumento de 10 vezes na importação de repositórios no domingo, dois dias após os rumores de o acordo entre o GitHub e a Microsoft aparecerem na rede.

A campanha #movingtogitlab foi lançada no Twitter, apoiada pelo próprio serviço através de um sistema de descontos: novos usuários podem obter um desconto de 75% nos planos Gold e Ultimate.

Note que, no entanto, nem todos concordaram com as críticas da comunidade: o principal desenvolvedor do Samsung NEXT, Michael Rogers, enfatizou que se mudar de um serviço centralizado para outro simplesmente não faz sentido.

Ele acrescentou que, se os desenvolvedores têm um forte desejo de mudar o centro de gravidade, então, eles devem esperar por uma solução que não pode ser comprada. Além disso, Rogers está convencido de que a centralização do serviço não é importante se o produto resultante tem código-fonte aberto.

Lembre-se de que anteriormente, a startup Circle comprou a criptocorretora Poloniex. O valor da transação supostamente foi de US$400 milhões.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment