Microsoft introduz Ethereum on Azure em algoritmo PoA

A Microsoft lançou a Azura, sua nuvem virtual, nela voce poderá encontrar varios aplicativos que te auxiliarão na criação de quase tudo que voce deseja.

Publicado em 9 de agosto de 2018 por

Desenvolvedores da Microsoft Azure, uma plataforma de nuvem, anunciaram o lançamento do produto Ethereum no Azure, que é baseado no modelo “Blockchain-as-a-Service”. Vale ressaltar que a nova solução é baseada no algoritmo de consenso Prova da Autoridade (Proof-of-Authority, PoA).

 

O PoA baseia-se no princípio de validadores aprovados e não exige mineração.

O novo produto inclui um aplicativo descentralizado incorporado (Governance dApp), que fornece aos membros do consórcio a autoridade de gerir a rede e delegar seus direitos de voto a outros. Graças a isso, os membros da rede podem passar votação em seu nome para outros nós, caso os nós principais da rede não estejam on-chain.

Adicionalmente, os administradores têm o direito de alterar os validadores da rede através de votação.

Microsoft introduz Ethereum on Azure em algoritmo PoA. BTCSoul.com

Além disso, graças ao cliente Parity WebAssembly, os desenvolvedores poderão escrever contratos inteligentes em linguagens de programação convenientes, como C, C ++ e Rust.

“Você paga apenas pelos recursos básicos de infraestrutura, como computação, armazenamento e comunicação dentro da rede. Não existem taxas adicionais para a decisão em si”, apontou o blog da empresa.

Lembramos que em julho, uma subsidiária da gigante tecnológica Microsoft Taiwan anunciou uma cooperação de Blockchain com as empresas chinesas Digital China e Hot Cool com o objetivo de implementar a tecnologia de registro distribuído nas áreas de finanças, comércio eletrônico e entretenimento. É possível ler mais sobre isso aqui.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment