Mineradores fornecem 10% de lucro da AMD no primeiro trimestre de 2018

A demanda por equipamentos para mineração representou 10% do lucro da empresa-fabricante de processadores e placas de vídeo AMD no 1º trimestre de 2018. Isso foi anunciado pelo diretor financeiro, Devinder Kumar, durante uma chamada de grupo com investidores, dedicada às receitas da AMD durante esse período.

Publicado em 28 de Abril de 2018 por

A demanda por equipamentos para mineração representou 10% do lucro da empresa-fabricante de processadores e placas de vídeo AMD no 1º trimestre de 2018. Isso foi anunciado pelo diretor financeiro, Devinder Kumar, durante uma chamada de grupo com investidores, dedicada às receitas da AMD durante esse período.

“A força dos produtos Radeon é alimentada pela demanda por jogos e Blockchain. Acreditamos que a Blockchain represente aproximadamente 10% da receita da AMD no primeiro trimestre de 2018”, afirmou Kumar.

Vale notar que recentemente, a AMD publicou um relatório financeiro para o 1º trimestre de 2018. Segundo o documento, o lucro da empresa para este período foi de US$1,65 bilhões, o que demonstra um crescimento de cerca de 40% ano a ano.

Kumar também observou que a demanda geral por “jogos e Blockchain” levou a um aumento de 95% no faturamento da empresa no mercado de placas de vídeo e computadores em termos anuais. Ao mesmo tempo, de acordo com o diretor financeiro da AMD, a empresa espera “um leve declínio no lucro das vendas de placas de vídeo para fins de Blockchain”.

A AMD acredita que ao longo de 2018, o lucro das vendas de equipamentos para mineração será inferior a 10%.

“Com base na força do nosso impulso financeiro, ao longo de 2018, esperamos um crescimento de lucro na região de 20% em relação a 2017, devido a uma série de novos produtos. Espera-se que o lucro associado à Blockchain seja levemente inferior a 10%”, disse Kumar.

Por sua vez, a diretora executiva da AMD, Lisa Su, se mostrou mais otimista em relação ao futuro da AMD no mercado de tecnologia de Blockchain.

“Acredito que a infraestrutura de Blockchain não vai desaparecer. Eu acho que há muitas moedas. Há também muitos aplicativos que usam a tecnologia de Blockchain. Nós não vemos nenhum risco de que as placas de vídeo de segunda mão retornem ao mercado. Então, em primeiro lugar, há várias moedas diferentes. Em segundo lugar, muitos usuários que atualmente compram placas de vídeo, na verdade, os adquirem para várias finalidades ao mesmo tempo – tanto comerciais como de consumo. Eles os compram não só para mineração. Além disso, os mineradores atuais podem sempre mudar de uma moeda para outra”, observou Su.

Lembramos que de acordo com um recente estudo  da firma analítica Jon Peddie Research, mineradores de criptomoedas ajudaram a AMD a reduzir a diferença de mercado com a Nvidia. Ao mesmo tempo, as ações da AMD cairam em valor no final de março em meio a notícias sobre o sucesso do desenvolvimento da mineradora ASIC para Ethereum pela Bitmain.  

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment