Ministério das Finanças da Russia: não haverá proibição direta de criptomoedas 

O Ministério das Finanças russo propõe permitir a circulação secundária de tokens emitidos durante ICOs. Isto foi afirmado pelo Vice-Ministro das Finanças, Alexei Moiseyev,  no ar durante entrevista ao canal de televisão "Rússia 24".

Publicado em 15 de novembro de 2017 por

O Ministério das Finanças russo propõe permitir a circulação secundária de tokens emitidos durante ICOs. Isto foi afirmado pelo Vice-Ministro das Finanças, Alexei Moiseyev,  no ar durante entrevista ao canal de televisão “Rússia 24”.

Devido à rejeição completa de criptomoedas pelo do Banco Central da Federação Russa, o Ministério das Finanças não pretende permitir a compra e venda por pessoas físicas em sites especializados.

Publicidade

Publicidade

“Não haverá proibição direta, simplesmente não planejamos legalizar diretamente essa atividade”, disse Moiseyev.

Ao mesmo, transações dentro de ICOs –  cujas regras de regulamentação serão desenvolvidas separadamente – serão permitidas:

“Quanto às ICOs, obviamente, pode haver algum tipo de comércio secundário. É claro que, em primeiro lugar, o próprio emissor deve ter a oportunidade de recomprar os tokens. Mas mesmo entre as pessoas que os comprarem, algum tipo de comércio secundário deve ser permitido. De uma forma ou outra, vamos tentar de regulá-lo com cuidado”, disse ele.

Ao mesmo tempo, as pessoas que compram criptomoedas não serão protegidas pelo Estado.

“Se forem enganados, problema deles”, advertiu Moiseyev.

Lembramos que, em junho, o vice-chefe do Ministério das Finanças da Rússia, Alexei Moiseev, admitiu em teoria a possibilidade de negociação com moeda criptográfica em uma das corretoras de valores da Rússia.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment