Nvidia ação coletiva mineração

A Nvidia, empresa desenvolvedora de GPUs de última geração sediada na Califórnia, recentemente foi atingida por uma ação judicial envolvendo suas declarações a respeito da influência que a mineração de criptomoedas teve sobre seus negócios no último ano.

A Schall Law, uma firma americana voltada aos direitos de acionistas, anunciou o preenchimento de uma ação coletiva segundo a qual a Nvidia violou o Securities Exchange Act de 1934. A firma atualmente está pedindo para que investidores que perderam mais de US$100 mil após investir em ações da Nvidia entre 10 de agosto de 2017 e 15 de novembro deste ano a contatem antes do dia 19 de fevereiro do próximo ano.

Segundo a acusação, a Nvidia “deu declarações falsas e enganosas ao mercado”. O documento explica:

“A NVIDIA elogiou sua capacidade de monitorar o mercado criptomonetário e fazer rápidas mudanças em seus negócios conforme necessário. A companhia alegou ser “mestra em gerenciar seu canal e entendê-lo muito bem”. A NVIDIA também afirmou ao mercado que quaisquer quedas na demanda por suas GPUs entre os mineradores de criptomoedas não impactaria negativamente os negócios da empresa devido à forte demanda por GPUs no mercado de jogos”.

Levando isso em conta, o documento adiciona que as declarações da Nvidia “foram falsas e materialmente enganosas”, sendo que, conclui “quando o mercado soube a verdade, os investidores sofreram perdas”.

Ações da Nvidia neste ano

Vale ressaltar que conforme relatado, as ações da Nvidia passaram por quedas severas durante este ano devido ao significativo declínio na demanda por GPUs por parte de mineradores de criptomoedas – o enfraquecimento desta demanda levou a relevantes decaimentos sobre as vendas, que fizeram com que a Nvidia testemunhasse seu lucro esperado ir de US$3,24 bilhões no terceiro trimestre para os US$3,18 bilhões que acumulou efetivamente.

Neste contexto, reagindo aos resultados da empresa, investidores venderam suas ações, que viram seus preços despencando. No momento da redação deste artigo, de acordo com dados do Yahoo Finance, elas estavam sendo negociadas por US$133,60 após cair de uma alta de US$286.

Nvidia ação coletiva

O declínio na demanda por GPUs para mineração de criptomoedas pode ser atribuído ao mercado de ursos que prevaleceu durante este ano no ecossistema criptomonetário e fez com que o preço da maior parte das moedas digitais caísse em cerca de 80 a 90%, e, por sua vez, tornou a mineração não lucrativa, subsequentemente causando a queda do hashrate de várias criptomoedas, incluindo do Bitcoin.

Por fim, vale destacar que o declínio do mercado criptomonetário afetou também competidores da Nvidia: a AMD, por exemplo, revelou que estava esperando um lucro “quase nulo” das vendas de GPUs para mineradores de criptomoedas.