Ocorre, em rede Ethereum, lançamento de projeto Aragon

A plataforma de gestão corporativa descentralizada Aragon, sediada na Espanha, decidiu juntar-se à popular corrida de vendas de criptos.

Publicado em 1 de novembro de 2018 por

O projeto Aragon, que se posiciona como a “primeira ferramenta de Blockchain destinada a ajudar a criar e gerenciar empresas no mundo inteiro”, está agora disponível na principal rede do Ethereum.

A versão Aragon 0.6 foi batizada de Alba e, como diz o blog do projeto, ela marca uma “nova era de interação humana”.

A solução proposta permite que os usuários criem Organizações Autônomas Descentralizadas (DAO) para suas comunidades ou empresas com a possibilidade de votação. O Aragon 0.6 também permite que o usuário use seus próprios tokens para resolver tarefas de gerenciamento.

“As possibilidades são infinitas. Agora você pode implementar qualquer processo de gerenciamento”, expressaram representantes do projeto.

Os desenvolvedores do Aragon não recomendam usar o Alba para armazenar grandes quantidades de fundos, pois a equipe ainda está trabalhando para encontrar e corrigir vulnerabilidades.

Representantes do projeto também observam que desde o lançamento, mais de 15 mil organizações foram criadas na rede Aragon: isso é mais do que o número de novas empresas criadas anualmente na Áustria, em Malta e em Luxemburgo juntos.

Lembramos que em maio de 2017, o Aragon realizou uma ICO de relâmpago, e em apenas 15 minutos, o conseguiu coletar os 275 mil ETH planejados (cerca de 25 milhões de dólares na época).

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment