Ocorre hardfork em rede Bitcoin Gold

Em 3 de julho, no bloco de número 536.200, a rede Bitcoin Gold foi transferida para um algoritmo Equihash-BTG modificado, não suportado por mineradoras ASIC clássicas. Isso foi anunciado pelos desenvolvedores da criptomoeda em seu blog oficial.

Publicado em 5 de julho de 2018 por

Em 3 de julho, no bloco de número 536.200, a rede Bitcoin Gold foi transferida para um algoritmo Equihash-BTG modificado, não suportado por mineradoras ASIC clássicas. Isso foi anunciado pelos desenvolvedores da criptomoeda em seu blog oficial.

O projeto promove uma de suas principais ideias: evitar a mineração ASIC.

“A atualização da rede foi bem-sucedida! O novo Equihash-BTG PoW e o DAA funcionam conforme previsto”, publicou a equipe BTG em seu Twitter.

De acordo com os desenvolvedores, o novo algoritmo inclui personalização, o que dificulta o redirecionamento do poder de mineração através dos mercados de capacidades de hashing, e, por sua vez, garante maior segurança da rede.

Além disso, um algoritmo de ajuste de complexidade melhorado (LWMA) foi adicionado no decorrer do hardfork, o que permitirá que a Blockchain do BTG trabalhe mais rápido, proporcionando um fluxo mais estável de blocos.

Ainda no contexto de notícias sobre o Bitcoin Gold, lembramos que no início de junho, a equipe do BTG expressou crenças de que a atualização da rede tornará a criptomoeda menos vulnerável a vários ataques de hackers. Vale ainda ressaltar, por fim, que em maio, um minerador desconhecido, usando um “ataque de 51%” na rede BTG, conseguiu roubar cerca de 388 mil moedas de várias corretoras.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment