Opinião: marca de US$8,5 mil colocará fim à tendência de baixa para o Bitcoin

A correção do Bitcoin em 2018 não repetirá cenário de quatro anos atrás devido a significativas mudanças na estrutura do mercado. Esta suposição foi feita pelo analista e investidor de criptomoedas Willie Wu

Publicado em 13 de setembro de 2018 por

De acordo com o analista Sebastian Sinclair, para que se dê início à fase de crescimento do preço do Bitcoin, é preciso que o ativo supere com confiança a marca de US$8,5 mil.

Ele também observa que, durante este ano, o preço do Bitcoin formou, em muitos aspectos, padrões similares àqueles observados em 2015:

Opinião: marca de US$8,5 mil colocará fim à tendência de baixa para o Bitcoin. BTCSoul.com

Padrões semelhantes em 2015 e 2018

Há três anos, o mercado pessimista prevalecia também, ao passo que a tendência de baixa de longo prazo foi interrompida exatamente em setembro, o que foi seguido por uma fase de constante crescimento.

Sinclair acredita que, para entrar em uma fase de crescimento constante, o Bitcoin precisa superar com confiança o nível de US$8,5 mil:

Opinião: marca de US$8,5 mil colocará fim à tendência de baixa para o Bitcoin. BTCSoul.com

Além disso, o analista observou que o Bitcoin permanece em tendência de baixa já por 241 dias.

No contexto de perspectivas de curto prazo, outro analista, Omkar Godbole, observa que o preço da Primeira Moeda quebrou para cima a linha de resistência da figura “triângulo simétrico”. Isso, acredita ele, dá ao BTC uma chance de testar em breve a marca de US$6.847.

Em geral, durante os últimos dias, o preço do Bitcoin demonstrou um movimento ascendente periodicamente acompanhado por um aumento nos volumes de negociação:

Opinião: marca de US$8,5 mil colocará fim à tendência de baixa para o Bitcoin. BTCSoul.com

BTC/USD, gráfico horário da Bitfinex

O movimento ascendente foi precedido pela saída do preço do BTC da figura “Triângulo Simétrico”. O limite inferior deste último foi a linha da tendência de longo prazo que liga os mínimos de junho aos preços mais baixos do início da segunda década de agosto.

Em geral, a imagem do mercado mostra que os compradores conseguiram tomar a iniciativa. No entanto, estes últimos podem enfrentar obstáculos na forma de médias móveis (MA), que ainda estão inclinadas para baixo.

Algumas horas atrás, o “ouro digital” tocou a marca de US$6.490 (na corretora Bitfinex) e atualmente flutua em torno de US$6,45 mil.

No gráfico horário, é possível observar a saída do “triângulo” – isso pode falar não apenas sobre a tomada da iniciativa pelos touros, mas também sobre a conclusão da correção de baixa que foi instigada por uma venda maciça em cerca de US$7,4 mil.

Opinião: marca de US$8,5 mil colocará fim à tendência de baixa para o Bitcoin. BTCSoul.com

BTC/USD, gráfico horário da Bitfinex

Neste cronograma, o preço está acima dos MAs com períodos de 50 e 100, o que pode dar um pouco de otimismo aos compradores. No entanto, o fato de o preço ainda não ter superado a resistência pela qual o MA200 passa, é algo que traz bastante incerteza.

Opinião: marca de US$8,5 mil colocará fim à tendência de baixa para o Bitcoin. BTCSoul.com

BTC/USD, gráfico diário

O gráfico diário mostra que os touros conseguiram manter o preço acima do nível de suporte de longo prazo. No entanto, um sério obstáculo no momento é o MA de 10 dias: caso o preço consiga superar essa barreira, dentro de um ou dois dias, o BTC alcançará a resistência em torno de US$6.847.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment