Pandora Boxchain propõe padrão ERC-1329 para contabilidade de reputação

Os desenvolvedores do Ethereum divulgaram as características técnicas da primeira fase da próxima atualização, o Finality Gadget Casper (FFG Casper), que permitirá que a rede mude para o mecanismo híbrido de consenso Proof-of-Work (PoW)/Proof-of-Stake (PoS).

Publicado em 18 de agosto de 2018 por

Por iniciativa do projeto de pesquisa Pandora Boxchain, um pedido para a criação de um novo tipo de tokens (ERC-1329) que permite o registro de reputação foi apresentado para consideração dos editores dos padrões da rede Ethereum EIP.  Isso foi relatado por Maxim Orlovsky, um dos coautores do padrão.

O padrão proposto descreve tokens inalienáveis, que não podem ser transferidos nem vendidos a terceiros, utilizados para ICO ou considerados uma forma de ativo.

De acordo com os comentários de Orlovsky no Reddit, a questão da contabilidade de reputação surge em muitas relações econômicas de múltiplos passos, quando além do sistema de incentivos monetários, como recompensas, apostas e multas, é necessário levar em conta informações sobre o comportamento dos participantes entre rodadas.

“Tais informações são emitidas na forma de um token, que não deve ser negociado ou vendido, pois isso viola o equilíbrio de Nash e reduz a proteção contra participantes mal-intencionados. Assim, o padrão será usado pelo projeto para implementar seu protocolo proof of computing work, que permite dimensionar computação de alta carga, incluindo tarefas de aprendizado de máquina em um ambiente descentralizado e sem confiança”, apontou Maxim Orlovsky.

A principal dificuldade em criar um token inalienável é a questão da segurança: como a reputação está sempre ligada a um endereço da rede Ethereum, em caso de comprometimento de uma chave privada ou alteração dos padrões de sua formação, toda a reputação acumulada será perdida. Para resolver este problema, Andrei Sobol, entusiasta do Bitcoin e Blockchain, propôs um algoritmo de endereços de dois níveis (primário e temporário), que forma o núcleo do padrão.

“A padronização da contabilidade de reputação permitirá alcançar a compatibilidade com várias carteiras e ferramentas de desenvolvimento, o que permitiria que diferentes dApps mostrem não apenas o saldo de tokens negociados, como também a quantidade de reputação acumulada pelo usuário. Mas antes disso, o padrão será discutido pelos membros da comunidade”, afirmou Orlovsky.

Os autores do padrão convidam todos a participar da discussão.

Num contexto similar, ressaltamos que, em agosto, o padrão ERC-777 para tokens de Ethereum será apresentado – esse padrão se posiciona como uma alternativa mais flexível ao ERC20. Os desenvolvedores dizem que isso permitirá transações mais rápidas e eficientes.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment