Parity pede que Ethereum desbloqueie US$160 milhões

Parity pode se recusar a atualizar protocolo Ethereum para desbloqueio de US$275 milhões presos em carteiras

Publicado em 12 de dezembro de 2017 por

O desenvolvedor do software para a Blockchain do Ethereum, Parity Technologies, fez um pedido para que a rede execute um fork com a intenção de liberar os US$ 160 milhões presos em uma carteira multisig devido a uma vulnerabilidade em uma das Bibliotecas da carteira.

“Não abrigaremos ilusões sobre soluções alternativas para este problema. Devemos realizar uma operação de resgate para desbloquear fundos, e isso só é possível através da implementação de um fork.

A Parity pretende fazer alterações no protocolo de máquina virtual Ethereum (EVM) para a “melhoria funcional da plataforma”, a fim de descongelar fundos e evitar tais vulnerabilidades no futuro”, afirmou um representante da carteira.

Até à data, são considerados quatro tipos de alterações no protocolo EVM, bem como no protocolo EIP156, que permite que os titulares de chaves privadas derivem o ETH mesmo em casos extraordinários. Além disso, a Parity também propõe a criação de um mecanismo para a restauração de contratos remotos, denominados “suicidas”.

“Esperamos que a comunidade apoie a operação de resgate a fim de reaver todos os fundos dos usuários afetados.”

Mais cedo, a CEO da Parity, Jutta Steiner, declarou que é possível desbloquear os fundos dos usuários com a realização de um hardfork planejado para ocorrer dentro de 4-6 meses.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment