Parity Technologies não exige hardfork imediato do Ethereum

O chefe do departamento de comunicações técnicas da Parity Technologies, disse que a empresa não exigirá um hardfork de emergência da rede Ethereum para desbloquear fundos em carteiras de assinatura múltipla,

Publicado em 10 de novembro de 2017 por

O chefe do departamento de comunicações técnicas da Parity Technologies, disse que a empresa não exigirá um hardfork de emergência da rede Ethereum para desbloquear fundos em carteiras de assinatura múltipla, conforme relatado pelo CoinDesk.

Apesar das declarações de alguns membros da comunidade sobre a necessidade de um hardfork, Shredon enfatizou que a Parity Technologies tem “muito tempo” para desenvolver uma solução alternativa que “será apoiada pela grande maioria dos membros da rede“.

Publicidade

Publicidade

Se a alternativa não for encontrada, é provável que os fundos sejam desbloqueados no quadro da atualização planejada para 2018 da rede Ethereum chamada Constantinople, a segunda parte do hardfork Metropolis.

O desenvolvedor da máquina virtual do Ethereum, Nick Johnson, da Fundação Ethereum apoiou a posição de Parity Technologies:

“Este caso é diferente da história do The DAO. Aqui não há horários, e ninguém está com pressa. Os fundos dos usuários estão simplesmente congelados, eles não estão ameaçados. A comunidade pode desenvolver uma solução por tanto tempo quanto for necessário”.

Shredon enfatizou que a Parity Technologies não pedirá um “acordo de resgate”, apenas aceitará uma decisão apoiada pela maioria dos membros da comunidade.

Lembramos que, em 6 de novembro, um dos usuários “acidentalmente” apagou um contrato inteligente de carteiras com assinatura múltipla na carteira Parity do Ethereum, o que levou ao congelamento de fundos equivalentes a US $ 152 milhões

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment