Pesquisa de FMI pode ser usada para regular mercado criptomonetário

O novo relatório anual do Fundo Monetário Internacional (FMI) diz que as criptomoedas não representam uma ameaça à estabilidade econômica global.

Publicado em 13 de novembro de 2018 por

Os experimentos de Blockchain conduzidos pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) formarão a base para o vetor de regulamentação da indústria criptomonetária. Isso foi relatado pela Cointelegraph com referências ao vice-conselheiro geral do FMI, Ross Lekkov.

Segundo ele, o FMI está estudando cuidadosamente as modernas tecnologias financeiras e a Blockchain. No entanto, o trabalho com eles seria incompleto sem estudar inteligência artificial e criptomoedas.

“Os bancos e os países que colaboram com o FMI estão mostrando um interesse considerável em regular esse crescente setor”, afirmou Ross Lekkov.

Ele disse também que o Fundo Monetário Internacional está pronto para fornecer recomendações no campo das novas tecnologias. Para isso, em conjunto com o Banco Mundial, o FMI lançou a iniciativa “Agenda de tecnologias financeiras de Bali”, que formará e estudará a lista dos principais problemas que impedem a implementação das soluções de tecnologias financeiras.

Lembramos que no seu relatório World Economic Outlook de outubro, o FMI declarou que as criptomoedas poderiam criar “novas vulnerabilidades” no sistema financeiro global.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment