Prêmio para mineradores de Ethereum com o mecanismo híbrido PoW/PoS é divulgado

Os desenvolvedores do Ethereum divulgaram as características técnicas da primeira fase da próxima atualização, o Finality Gadget Casper (FFG Casper), que permitirá que a rede mude para o mecanismo híbrido de consenso Proof-of-Work (PoW)/Proof-of-Stake (PoS).

Publicado em 2 de Abril de 2018 por

Os desenvolvedores do Ethereum divulgaram as características técnicas da primeira fase da próxima atualização, o Finality Gadget Casper (FFG Casper), que permitirá que a rede mude para o mecanismo híbrido de consenso Proof-of-Work (PoW)/Proof-of-Stake (PoS). Isto foi relatado pelo Trustnodes.

Em particular, a documentação especifica um parâmetro tão importante como o prêmio aos mineradores para cada bloco encontrado usando o algoritmo Proof-of-Work: após as novas regras entrarem em vigor, ele será reduzido em 80% – de 3 para 0,6 ETH.

“As especificações apresentadas da primeira etapa do Casper contêm a descrição de uma transição do Proof-of-Work puro para um sistema híbrido PoW/PoS. Neste esquema, todas as mecânicas do Proof-of-Work são preservadas, mas a recompensa pelo bloco será reduzida (0,6 ETH), e o mecanismo de PoS será adicionado”, resumem os desenvolvedores.

Note também que, para exibir esta mecânica, as regras para seleção de um fork, ou seja, a maneira pela qual o cliente define a “cadeia canônica”, serão modificadas.

Como observa o jornal, a documentação publicada não especifica uma recompensa para os mineradores PoS. Em teoria, pode-se supor que os 2,4 ETH restantes serão redistribuídos a favor deles, mas dado o significativamente reduzido custo deste método, não se pode descartar a possibilidade de que a recompensa dos stakers será ainda menor.

Lembre-se de que anteriormente, o fundador da Ethereum, Vitalik Buterin, já disse que, com a integração da fragmentação e do protocolo Casper, o prêmio para mineradores pode ser reduzido para 0,22 ETH por bloco.

No momento, o FFG Casper funciona na rede de testes, sendo que ainda não se sabe quando aparecerá na rede principal. Alguns desenvolvedores sugerem que isso não ocorrerá até o final de 2018 ou até mesmo o primeiro trimestre de 2019. Ao mesmo tempo, é possível que a ameaça do aparecimento de mineradoras ASIC para Ethereum possa forçar os desenvolvedores de protocolo a acelerar esse processo.

Lembre-se de que como relatado anteriormente, o desenvolvedor do Ethereum, Vlad Zamfir, realizou uma pesquisa sobre a ideia de um hardfork que pode neutralizar mineradoras ASIC. Como resultado, mais da metade dos que votaram expressaram sua prontidão em apoiar tal iniciativa.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Publicidade

Publicidade

Leave a Comment