Presidente da CBOE: SEC mudará sua atitude em relação ao ETF do Bitcoin

Nesta quarta-feira, 25 de abril, o Chicago Option Exchange (CBOE) registrou volumes recordes de negociação de futuros de Bitcoin – o número de transações superou ataxa média diária (6,6 mil) em quase três vezes.

Publicado em 15 de agosto de 2018 por

O momento no qual se tornará lucrativa a cooperação da Securities and Exchange Commission (SEC) com o ETF do Bitcoin não está longe. Essa opinião foi expressa pelo presidente do Chicago Board Options Exchange (CBOE), Chris Concannon.

O presidente da bolsa também salientou que o lançamento de futuros do Bitcoin, que ocorreu na CBOE em dezembro, indica a maturidade do mercado criptomonetário. No que diz respeito ao ETF com base nos futuros, Concannon observou que, como ninguém ainda testou esse produto, determinar o nível correto de liquidez é uma importante tarefa.

Além disso, existe outro dilema: o volume de negociação de futuros do Bitcoin é relativamente baixo em comparação com contratos de commodities como petróleo e ouro. Os ETFs são projetados para resolver esse problema. No entanto, é improvável que a SEC aprove produtos ETF de criptomoedas sem liquidez suficiente dos próprios futuros do Bitcoin.

Como Concannon observou, na indústria criptomonetária, o ETF pode oferecer enormes dividendos aos pioneiros.

Lembramos que em 7 de agosto, a SEC prorrogou o prazo de consideração do pedido conjunto para a criação do ETF do Bitcoin das empresas VanEck e SolidX. Contudo, representantes da CBOE e das empresas acima mencionadas ainda estão convencidos de que o resultado será positivo.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment