VanEck e SolidX apresentam pedido conjunto para lançamento de ETF Bitcoin

A Securities and Exchange Commission dos Estados Unidos (SEC) se recusou a lançar o ETF Bitcoin da SolidX.

Publicado em 7 de junho de 2018 por

Duas empresas de Nova York que no passado tentaram, sem sucesso, obter permissão da Comissão de Valores Mobiliários (CFTC) dos Estados Unidos para abrir fundos de investimento em Bitcoin, decidiram unir forças para apresentar um pedido conjunto para o lançamento de um ETF criptomonetário regulamentado. Isso foi relatado pelo Wall Street Journal.

O pedido relevante foi arquivado na SEC nesta quarta-feira, 6 de junho. O novo ETF foi nomeado VanEck SolidX Bitcoin Trust e estará imune a roubo e perda de acesso a fundos. Ele também estará ligado a um novo índice da VanEck, que, em vez de corretoras, coletará o preço do Bitcoin de plataformas de balcão (OTC) baseadas nos Estados Unidos.

Digno de nota é o preço relativamente alto das ações VanEck SolidX Bitcoin Trust: como indicado na aplicação, ele será fixado em US$200 mil. Nesse contexto, pode-se concluir que o novo ETF terá como alvo investidores institucionais e não de varejo.

Isso foi confirmado também pelo diretor executivo da SolidX, Dan Gallansy, que lembrou que representantes da SEC várias vezes expressaram preocupações com o fato de o mercado criptomonetário apresentar maiores riscos para os investidores de varejo.

A empresa de gestão de ativos VanEck Associates Corp e a SolidX Management LLC já apresentaram pedidos para abrir um ETF de Bitcoin, mas o fizeram separadamente.

O pedido da VanEck foi arquivado em agosto de 2017, mas já em setembro foi retirado: o motivo foi a decisão da SEC de não considerar pedidos para a criação dos ETFs de Bitcoin antes do real aparecimento de derivativos criptomonetários no mercado.

Já a SolidX apresentou pedido para o lançamento do ETF Bitcoin em julho de 2016. À época, assumia-se que o fundo seria negociado na Bolsa de Nova York (NYSE). Após vários adiamentos do pedido em março de 2017, a SEC finalmente o rejeitou.

Em janeiro, a Comissão solicitou a retirada de todos os pedidos para criação de ETFs Bitcoin – como afirmado pelo departamento, atividades de fundos de investimento e Bitcoin não atenderiam aos atuais requisitos do regulador.

No entanto, apesar da ausência de discussões diretas entre a VanEck e a SolidX com o regulador, os representantes das empresas acreditam que a estrutura do novo produto leva em consideração os principais aspectos que preocupam a SEC, incluindo a falta de transparência das corretoras on-line – muitas das quais estão localizadas fora dos Estados Unidos.

“Não pretendíamos desistir”, acrescentou Dan Gallanty.

Vale lembrar que, antes de rejeitar o pedido da SolidX, a Comissão rejeitou do mesmo jeito o pedido dos irmãos Winklevoss para a abertura do Winklevoss Bitcoin Trust.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment