Regulador financeiro da Suíça define investimento em criptomoedas como sendo de alto risco

O Bitcoin recebeu outro poderoso impulso para adoção em massa: seu logotipo foi projetado na construção do Banco Nacional da Suíça, em Zurique.

Publicado em 6 de novembro de 2018 por

A Autoridade de Supervisão do Mercado Financeiro da Suíça (FINMA) recomendou que os bancos estabeleçam uma taxa de risco de 800% para os ativos criptomonetários. Isso foi relatado pelo SWI.

Editores do portal local de notícias conseguiram acesso a uma carta confidencial que a FINMA enviou à Associação Suíça de Auditoria, Impostos e Gerenciamento de Confiança. Nesta carta, o regulador delineou sua posição sobre o capital de reserva para ativos criptomonetários.

Em particular, a FINMA aconselhou que as instituições financeiras estabeleçam uma taxa de risco de 800% para o investimento em criptomoedas. Isso significa que o regulador considera de alto risco os investimentos em ativos digitais.

Além disso, o supervisor limitou o montante máximo do comércio de criptomoedas a 4% do capital total – quando esse limite for atingido, as instituições financeiras devem reportar isso à FINMA. O regulador acrescenta que, ao calcular a liquidez, criptomoedas não podem ser consideradas como ativos altamente líquidos, e é necessário ter reservas para cobrir perdas de curto prazo.

Essas regras serão válidas até a próxima reunião do Comitê de Supervisão Bancária de Basiléia, prevista para ocorrer nos dias 26 e 27 de novembro.

Lembramos que no início de outubro, a FINMA emitiu a primeira licença para o gerenciamento de ativos criptomonetários.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment