Regulador japonês limitará alavancagem para criptotraders

Os grupos bancários japoneses de ponta estão esbanjando dinheiro na maior exchange de Bitcoin do país, a BitFlyer.

Publicado em 26 de outubro de 2018 por

A Agência de Serviços Financeiros do Japão (FSA, na sigla em inglês) planeja estabelecer uma limitação da alavancagem do comércio criptográfico a fim de reduzir os riscos e a especulação no mercado. Isso foi relatado pelo Nikkei Asian Review.

A FSA está considerando um limite da alavancagem de 4:1. Atualmente, no Japão, não há regras separadas voltadas para a negociação de margem de criptomoedas. Vale notar que as corretoras oferecem aos clientes a oportunidade de negociar com uma alavancagem de 25:1. O Nikkei relatou também que sete das 16 corretoras licenciadas oferecem negociações de margem.

Representantes da Agência e especialistas da indústria pretendem discutir a possibilidade de introduzir novos padrões para a regulamentação da indústria criptomonetária no futuro próximo.

Anteriormente, o regulador publicou informações evolvendo o rápido crescimento da negociação de margem de criptomoedas no Japão. Foi constatado que, do volume total de negociação de ativos digitais, 80% (US$583 bilhões) recai sobre derivativos, sendo que 90% dessas transações são feitas sem alavancagem.

A necessidade de impor restrições na alavancagem foi anteriormente declarada pela Association of Virtual Currency Exchanges of Japan (JVCEA), que recentemente recebeu o status de “associação comercial certificada na área de assentamentos financeiros” – isso significa que a organização agora tem autoridade para desenvolvedor regras para a indústria criptomonetária local, incluindo medidas de prevenção de insider trading, lavagem de dinheiro e proteção de ativos.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment