SEC acusa fundador da BitFunder de fraude

A US Securities and Exchange Commission (SEC) enviou pedidos a fundos de hedge criptomonetários exigindo informações e convocando-os ao tribunal.

Publicado em 24 de Fevereiro de 2018 por

A SEC dos EUA acusou uma corretora e seu fundador de fraude, alegando que o operador não notificou ao público a respeito de um ataque cibernético que lhe custou 6 mil Bitcoins.

A Securities and Exchange Comission (SEC) dos EUA acusou a Exchange BitFunder e seu fundador, Jon Montroll de executar “negociações não registradas de títulos” e defraudar clientes. Isso foi relatado em um press release publicado na quarta-feira, dia 22 de fevereiro. O regulador também alega que a corretora falhou em informar ao público sobre um ataque cibernético que resultou no roubo de mais de 6 mil Bitcoins.

A acusação da SEC não deixa claro se o Bitcoin e outras criptomoedas devem ser considerados títulos.

Marc Berger, líder da divisão de Nova York da Sec, afirmou:

“Acreditamos que a BitFunder operou de forma ilegal como uma Exchange de títulos não registrados. Plataformas que participam da atividade de uma corretora nacional de títulos, independente de serem digitais, tokens ou moedas, devem se registrar na SEC ou operar de acordo com uma isenção.”

A agência também acusou a corretora e seu fundador de infringir as disposições antifraude e o registro de leis federais de valores mobiliários. O caso visa assegurar injunções permanentes, bem como interesses e faltas.

Lara Mehraban, diretora da divisão de Nova York da SEC, notou que a comissão executaria atividades de monitoramento no espaço da Blockchain e se certificaria de que as partes envolvidas em fraude seriam penalizadas de acordo.

Quanto a Montroll, o Ministério Público dos EUA do distrito do sul de Nova York acusou-o paralelamente de “perjúrio e obstrução da justiça durante a investigação da SEC.”

Vale ressaltar que nos últimos meses, a SEC se tornou mais ativa em interferir em negociações e Ofertas Iniciais de Moedas. Por fim, lembre-se de que anteriormente, o regulador suspendeu as transações de três companhias, que estão sendo investigadas por algumas aquisições relacionadas a criptomoedas que podem não ser legítimas.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment