Sistema de pagamento do Banco da Inglaterra será compatível com Blockchain

O Banco Central da Grã-Bretanha (BoE) publicou a prova oficial da correção do conceito (Proof-of-Concept), que descreve a possibilidade de fornecer aos usuários acesso a dados em uma rede absolutamente segura. Sobre este conceito, o Banco Central trabalha em conjunto com o provedor de redes de infraestrutura networks Chain.

Publicado em 24 de julho de 2018 por

O sistema de pagamento renovado do Banco da Inglaterra será lançado em 2020 e, de acordo com os representantes da organização, poderá trabalhar com empresas que usam tecnologia de registro distribuído. Isso foi relatado pela Reuters.

O Real-Time Gross Settlement (LBTR) será atualizado até 2020 e receberá novos graus de proteção contra ciberataques, além de permitir que uma ampla gama de empresas trabalhe diretamente, sem a necessidade de intermediários.

Em março, o Banco da Inglaterra, em parceria com a empresa Chain, introduziu o conceito de transações seguras, que descreve a capacidade de fornecer aos usuários acesso a dados em uma rede absolutamente segura.

“Todos os participantes confirmaram que a funcionalidade fornecida pelo sistema LBTR atualizado permite que eles conectem suas plataformas e realizem acordos com o Banco Central. Recebemos muitas recomendações para otimizar o processo de acesso ao sistema”, apontou o Banco da Inglaterra em um comunicado.

Entre as recomendações, lista-se o uso de “evidência criptográfica” para evitar o roubo e a falsificação de dados.

Ainda neste contexto, vale ressaltar que anteriormente divulgamos uma informação similar, que dizia que a fim de salvaguardar a estabilidade do sistema financeiro do Reino Unido, o Banco da Inglaterra exploraria a próxima geração de seu serviço Real-Time Gross Settlement (LBTR).

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment