Como parte do lançamento da incubadora Icohub.org, a Waves anuncia uma competição de startups. As startups terão a oportunidade de apresentar sua ideia ou protótipo de projeto e, após uma votação feita pela comunidade Waves

Hackers conseguiram acesso aos sites da plataforma Waves e da corretora descentralizada Waves DEX e fizeram alterações neles. No entanto, o controle dos domínios foi devolvido aos desenvolvedores. Isso foi relatado pela CoinDesk com referência ao anúncio feito pelo CEO da plataforma, Alexander Ivanov.

O ataque de phishing ocorreu em 24 de julho. Segundo Ivanov, os hackers forjaram seu passaporte e posteriormente o forneceram ao suporte da empresa de domínio para que houvesse alteração da senha. Graças ao fato de que a corretora não armazena os fundos dos clientes, no entanto, os intrusos não conseguiram retirar os ativos.

“Para se proteger contra esses ataques, todos os representantes da indústria criptomonetária devem trabalhar em um sistema descentralizado de nomes de domínio”, ressaltou Alexander Ivanov.

Note que alguns especialistas criticaram a prática da Waves, segundo a qual os clientes devem inserir frases seed para usar a carteira da plataforma.

Adicionalmente, após uma auditoria independente da empresa Kudelski Security em 2017, desenvolvedores da Waves corrigiram momentos críticos relativos ao armazenamento de senhas das carteiras dos usuários.

Ainda no contexto de notícias a respeito da Waves, lembramos que anteriormente, ainda em maio deste ano, relatamos que a equipe do projeto estava se preparando para o lançamento completo de contratos inteligentes na plataforma. Isso foi decidido por meio de cuidadosas observações do trabalho de contratos inteligentes na rede Ethereum. Leia mais sobre isso aqui.